PUBLICIDADE
Topo

Série B - 2021

Cruzeiro vira em cima do Vasco com golaço e volta a vencer na Série B

Do UOL, em Belo Horizonte

24/06/2021 23h28

Classificação e Jogos

O duelo entre gigantes na Série B do Campeonato Brasileiro terminou com a vitória do Cruzeiro sobre o Vasco por 2 a 1, de virada, na noite de hoje (24), no Mineirão, pela sexta rodada. Matheus Barbosa, volante da Raposa, marcou duas vezes, com Morato sendo o autor do único tento vascaíno. O resultado faz o time celeste alcançar o segundo triunfo nesta edição da Segundona.

A derrota manteve o Vasco na décima posição e fez o Cruzeiro saltar seis degraus na classificação, deixando o 17º lugar e alcançando o 11º.

Agora, o próximo compromisso celeste será contra o CSA, domingo (27), no estádio Rei Pelé, em Maceió, às 20h30. O Vasco recebe o Brusque, no mesmo dia, mas às 21h.

Quem foi bem: Matheus Barbosa

Autor de dois gols, o volante do Cruzeiro foi o dono do jogo. O segundo gol, inclusive, foi um golaço, após chute belíssimo de primeira, na entrada da área. Barbosa é o artilheiro da Raposa na temporada com seis gols.

Quem foi mal: Paulo e Bruno Gomes

O zagueiro Paulo, do Cruzeiro, e o volante Bruno Gomes, do Vasco, foram expulsos no primeiro tempo, após discussão. Esta foi a quinta expulsão da Raposa em seis jogos pela Série B, totalizando 11 ao longo desta temporada.

Jogo franco e aberto

Um jogo movimentado no Mineirão, com duas equipes buscando o gol a todo tempo. A partida ficou ainda mais aberta após duas expulsões, do zagueiro Paulo (Cruzeiro) e do volante Bruno Gomes (Vasco), ainda no fim do primeiro tempo.

Cruzeiro fez um jogo seguro, apesar do susto logo no começo. A equipe de Mozart levou um baque cedo, aos 8 minutos, com o gol do jovem Morato. Pouco antes, a Raposa passou perto de marcar, mas Felipe Augusto viu a bola que cabeceou, após cobrança de escanteio, passar raspando à trave. E foi justamente em um tiro esquinado que o time azul chegou ao seu gol.

A virada veio com Matheus Barbosa, que fez dois gols, o segundo foi um golaço. Ele acertou chute de primeira de fora da área. O Vasco batalhou, tentou, arriscou, mas parou em sua ineficiência ofensiva.

Dor de cabeça

A jogada aérea tem sido um grande problema para o time de Marcelo Cabo. O Vasco mostra há meses essa deficiência, que já havia originado outros gols contra o time carioca. Foi dessa forma que o Cruzeiro chegou ao empate, após cobrança de escanteio, no Mineirão.

Marca de 450 jogos

O zagueiro e capitão do Vasco da Gama, Leandro Castan, completou 450 jogos na carreira na partida no Mineirão. O jogador já fez 114 partidas pelo Cruz-Maltino, o clube pelo qual mais atuou ao longo da sua jornada no futebol.

Cronologia do jogo

Aos 8 minutos do primeiro tempo, Morato aproveita a bola depois de um bate-rebate, chuta prensado, e acaba balançando as redes do goleiro Fábio: 0 a 1.

Aos 14 minutos, Matheus Barbosa deixou tudo igual no Mineirão. Após cobrança de escanteio de Marcinho, que ainda contou com uma 'casquinha' de Rafael Sóbis: 1 a 1.

O golaço da noite ainda estava por vir. Matheus Barbosa fez o vira-vira aos 27 minutos, em um chute de raríssima felicidade, batendo de primeira, na entrada da área, sem chances para o goleiro vascaíno: 2 a 1.

FICHA TÉCNICA:

CRUZEIRO 2 x 1 VASCO

Competição: Campeonato Brasileiro Série B
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Dia: 24 de junho de 2021, quinta-feira
Horário: 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Herman Brumel Vani (SP)
Cartões amarelos: Matheus Pereira e Matheus Barbosa (Cruzeiro); Léo Jabá e Daniel Amorim (Vasco)
Cartões vermelhos: Paulo (Cruzeiro) e Bruno Gomes (Vasco), aos 35'/1ºT
Gols: Morato, do Vasco, aos 8'/1º; Matheus Barbosa, do Cruzeiro, aos 14'/1ºT, Matheus Barbosa, do Cruzeiro, aos 27'/1ºT

CRUZEIRO: Fábio; Joseph, Ramon e Paulo; Cáceres, Matheus Barbosa (Ariel Cabral), Rômulo (Adriano), Marcinho (Stênio) e Felipe Augusto (Matheus Pereira); Bruno José e Rafael Sóbis (Guilherme Bissoli). Técnico: Mozart

VASCO: Lucão; Zeca, Ernando, Leandro Castan e Riquelme (João Pedro); Andrey (Gabriel Pec), Bruno Gomes e Marquinhos Gabriel; MT (Juninho) (Daniel Amorim), Morato (Léo Jabá) e Cano. Técnico: Marcelo Cabo