PUBLICIDADE
Topo

Último reforço? Gustagol supre carência, mas Inter não vê elenco fechado

Eduardo Coudet ganhou uma nova opção no setor ofensivo do Inter com a chegada de Gustavo - Ricardo Duarte/Inter
Eduardo Coudet ganhou uma nova opção no setor ofensivo do Inter com a chegada de Gustavo Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

22/02/2020 04h00

Resumo da notícia

  • A chegada de Gustavo, ex-Corinthians, supre a principal carência do elenco do Inter.
  • Porém, a direção não dá o grupo como fechado e avalia oportunidades.
  • No entanto, é difícil imaginar a chegada de outras opções imediatamente.

A chegada de Gustagol supre a última carência mais forte do elenco do Inter. A vaga para substituir eventualmente Paolo Guerrero, ou até atuar ao lado do peruano, fica completa com o ex-corintiano. Porém, a direção do Colorado se nega a dar o elenco como fechado.

Na avaliação do comando, é necessário estar atento aos movimentos que ocorrem no mercado da bola e um clube grande jamais pode ignorar oportunidades. "Um clube como o Internacional nunca pode dar seu elenco como fechado", disse o executivo de futebol, Rodrigo Caetano, ainda no início da temporada.

Por outro lado, é consenso nos bastidores que reforços se tornam cada vez mais complicados com o passar do tempo. As inscrições nos campeonatos do primeiro semestre vão se aproximando do limite e a colocação no grupo fica mais complicada.

O Internacional, ainda, não convive com uma condição financeira confortável. Cada movimento de mercado precisa ser medido para que não se torne um "gasto errado".

A chegada de Gustavo supriu a carência ofensiva da equipe. Alternativa para o comando de ataque, ele poderá substituir Guerrero quando for necessário ou até mesmo atuar ao lado do peruano, que tem por característica sair da área para trabalhar na criação de oportunidades.

Além disso, Pottker ainda não estreou na temporada. Depois de uma preparação especial para ficar livre das lesões que o atrapalharam no ano passado, o atacante busca a primeira chance com Coudet.

Atento ao mercado, o Internacional já avaliou a chegada de um novo zagueiro ou mesmo um meio-campista com capacidade criativa. No entanto não houve avanço em nenhum dos casos.

O Colorado se prepara para o jogo de volta da última eliminatória da fase preliminar da Libertadores. Eduardo Coudet comandará treinamentos ao longo dos próximos dias de olho no duelo com o Tolima, quarta-feira. Após o empate sem gols no jogo de ida, o Inter precisa vencer para seguir na competição sem a necessidade dos pênaltis.

Internacional