PUBLICIDADE
Topo

Futebol


D'Alessandro dá show, Inter bate o Pelotas e mantém 100% no Gaúcho

D"Alessandro comemora gol do Internacional contra o Pelotas pelo Campeonato Gaúcho - MAX PEIXOTO/DIA ESPORTIVO/ESTADÃO CONTEÚDO
D'Alessandro comemora gol do Internacional contra o Pelotas pelo Campeonato Gaúcho Imagem: MAX PEIXOTO/DIA ESPORTIVO/ESTADÃO CONTEÚDO

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

26/01/2020 20h53

Classificação e Jogos

D'Alessandro completará 39 anos em abril de 2020, mas o tempo parece, por vezes, apenas um detalhe. Na noite de hoje (26), dos pés do argentino nasceram os três gols do Inter na vitória por 3 a 1 sobre o Pelotas, pela segunda rodada do Gauchão. Assistências para Edenilson e Guerrero, e um golaço de falta. Felipe Chaves fez o do Pelotas.

Com seis pontos, o Colorado tem 100% de aproveitamento no Estadual. Na próxima rodada encara o São Luiz, fora de casa, quarta-feira. Já o Pelotas tem um ponto e terá pela frente o Ypiranga, em Erechim, na terceira rodada.

D'Alessandro tem nova função, faz gol e dá assistências

D'Alessandro mudou de função. No Inter de Eduardo Coudet, ele não é o meia centralizado, mas o atacante de movimentação ao lado de Paolo Guerrero. Por isso, teve liberdade para voltar e construir, dar opção, e aparecer na área. Quando viu que a jogada não estava sendo construída pela forte marcação do adversário, voltou até a linha de meio e deu um lançamento perfeito para o gol de Edenilson. No segundo tempo, mostrou a conhecida qualidade em cobrança de falta e marcou o segundo gol do jogo. E ainda teve tempo de cobrar escanteio na cabeça de Guerrero, que fechou o placar. No segundo tempo foi substituído e recebeu todo carinho da torcida que o tem por principal ídolo da equipe.

Moledo não consegue participar da saída de bola

Entre vários destaques, Rodrigo Moledo não conseguiu participar da melhor maneira do novo modelo de jogo do Inter. Com a necessidade de participar da saída de bola, errou alguns passes e não deu sequência como se esperava nas jogadas.

Edenilson cresce com liberdade para atacar

Com liberdade para participar mais do ataque do que da defesa, ao contrário do que ocorria no fim do ano passado, Edenilson se destacou. Foi o autor do primeiro gol da partida e ainda criou oportunidades pelo lado direito, em parceria com D'Alessandro e Rodinei.

Titulares estreiam com "a cara de Coudet"

O Internacional mudou, e muito. Em comparação com ano passado, o time teve novo esquema, nova postura, outro posicionamento no gramado. Não foi apenas o 4-1-3-2 que inovou, mas também onde cada jogador esteve. O volante entre os zagueiros na saída deixava o trio como últimos jogadores do time. Os demais, praticamente todos, davam opções no ataque. Laterais atacando ao mesmo tempo e, quando perdiam a bola, todos pressionando o mais rápido possível. Ainda carente de alguma adaptação, com cacoetes dos princípios dos últimos anos, o Colorado tentou mostrar que vive outra fase, que rompeu com o criticado futebol defensivo de outras épocas.

Pelotas ganha coragem, mas não muito

O Pelotas queria defender-se. E fez isso com qualidade enquanto conseguiu. Se o Inter adiantou praticamente todo seu time, os visitantes recuaram bastante. Foi com o time inteiro da intermediária para trás que a equipe da zona sul do Estado conseguia segurar o ponto que o empate lhe concedia. Até que vazou. No fim do primeiro tempo e em boa parte do segundo, Antônio Picoli mostrou coragem, adiantou seus jogadores e pressionou a até então tranquila saída de bola do Inter. Mas, pouco eficiente, a iniciativa só rendeu um gol já no fim do jogo.

Desfile dos campeões da Copinha no intervalo

No intervalo do jogo, os atletas campeões da Copa São Paulo sobre o Grêmio no último sábado estiveram em campo. Com a taça nas mãos, deram a volta olímpica no Beira-Rio e receberam o carinho dos torcedores presentes.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 3 X 1 PELOTAS

Data: 26/01/2020 (Domingo)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Douglas da Silva
Auxiliares: Jorge Eduardo Bernardi e Maíra Mastella Moreira
Renda: R$ 501.095,00
Público: 18.182 (15.522 pagantes)
Cartões amarelos: Patrick, Moisés (INT); Tatto (PEL);
Gols: Edenilson, do Inter, aos 25 minutos do primeiro tempo; D'Alessandro, do Inter, aos 14 minutos do segundo tempo; Paolo Guerrero, do Inter, aos 25 minutos do segundo tempo; Felipe Chaves, do Pelotas, aos 39 minutos do segundo tempo;

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Rodinei (Marcos Guilherme), Moledo, Cuesta e Moisés; Lindoso, Patrick, Edenilson e Johnny (Musto); D'Alessandro (Thiago Galhardo) e Guerrero.
Técnico: Eduardo Coudet

PELOTAS
Douglas; Osvaldir (Jô), Negretti, Felipe Chaves e Tatto; Mateus Santana, Guedes e Thiago; Juliano (Wallacer), Tadeu e Hugo Almeida (Gabriel).
Técnico: Antônio Picoli

Futebol