Topo

Futebol


Calendário da CBF: Copa América desfalca times em nove rodadas da Série A

Pedro Ivo Almeida/UOL
Imagem: Pedro Ivo Almeida/UOL

Leo Burlá

Do UOL, em São Paulo

03/10/2019 16h59

Divulgado nesta quinta-feira, o calendário da CBF para a temporada de 2020 colocou nove rodadas do Brasileiro da Série A durante o período da Copa América. Ou seja, os times que tiverem jogadores convocados devem ter desfalques pelo menos por esses jogos. Isso fora prejuízos na Olimpíada e pela proximidade de eliminatórias com jogos do campeonato.

O presidente da CBF, Rogério Caboclo, prometera que as datas-Fifa com jogos da seleção seriam preservadas sem a realização de competições. Com isso, a expectativa era de uma redução dos prejuízos aos clubes no Nacional. Mas o calendário apresentado tira jogadores por ainda mais tempo de seus times do que em 2019.

A Copa América começa no dia 12 de junho e vai até 12 de julho. Neste período, realizam-se as nove rodadas do Nacional. Mas, além disso, há uma rodada dois dias antes da primeira partida da competição continental de seleções. Assim, é possível que os jogadores chamados deixem de atuar por até dez rodadas.

"O calendário é uma junção de compromissos contratuais de diversas esferas. Não havia muito o que se fazer com a questão da Copa América", explicou Manoel Flores, diretor de Competições da CBF.

Em relação às 10 datas-Fifa, de fato, não há jogos no dia das partidas do Brasileiro. Mas, pelo calendário, há partidas de eliminatórias na véspera de três rodadas do Nacional. E há uma partida da classificatória para o mundial marcada para dois dias antes da primeira partida da final da Copa do Brasil. A CBF promete fazer adaptações nos jogos dos clubes para minimizar prejuízos.

Outro possível desgaste é por conta da Olimpíada de Tóquio, que será disputada de 25 de julho até 9 de agosto. O período abrange uma partida de oitavas-de-finais da Libertadores e dois jogos da Série A do Brasileiro, além de semifinais da Copa do Brasil.

A confederação determina que as férias dos jogadores terminem em 7 de janeiro, com início da pré-temporada entre os dias 8 e 22. Os campeonatos estaduais começam em 22 de janeiro e vão até 26 de abril, com 16 datas, duas a menos do que a temporada de 2019. Mas as federações de São Paulo e do Rio de Janeiro ainda têm a intenção de manter os campeonatos com 18 datas. As férias começam em 7 de dezembro, embora haja a previsão da disputa do Mundial de Clubes entre 10 e 19 de dezembro.

A primeira fase da Copa do Brasil está marcada para 5 de fevereiro (com finais em 10 e 16 de setembro), mesma data do início da Copa Libertadores da América (decisão em 21 de novembro) e da Copa Sul-Americana (final em 7 de novembro). Ainda em fevereiro, o Carnaval provocará uma pausa entre os dias 23 e 25.

O dia 11 de maio é definido ainda como "Sorteio Conmebol". Já a Copa América de 2020 será realizada entre 12 de junho e 12 de julho, sem pausa das quatro divisões do Brasileiro.

Em maio, começam as quatro divisões do Campeonato Brasileiro. A Série B começa em 2 de maio, enquanto as Série A, C e D se iniciam no dia seguinte. A Série C termina em 8 de novembro, antes da Série D (22 de novembro), da Série B (28 de novembro) e da Série A (6 de dezembro).

"Assumimos o compromisso de aperfeiçoar cada vez mais o calendário do futebol brasileiro e estamos fazendo isso com diálogo e com firmeza de objetivos. Com isso, ganham todos: clubes, federações e a seleção brasileira", afirmou Rogério Caboclo, presidente da CBF. "Conseguimos definitivamente liberar as datas-Fifa, para que partidas de clubes e seleção não se sobreponham. Não podemos concorrer com nós mesmos", acrescentou.

A entidade prometeu anunciar os calendários feminino e de base até o final de outubro.

Errata: o texto foi atualizado
A data da final da Copa América é 12 de julho e não 12 de junho como escrito inicialmente.
ESPN, Ei PLus e Fox Sports

Assista aos jogos e programas de ESPN, EI Plus e Fox Sports sem TV a cabo.

Mais Futebol