PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Evra apoia Neymar: 'Era rei quando chegou. Agora, parece que matou alguém'

Ex-lateral lamentou possível adeus de brasileiro ao PSG: "Vão perder um grande jogador" - Aurelien Meunier - PSG/PSG via Getty Images
Ex-lateral lamentou possível adeus de brasileiro ao PSG: 'Vão perder um grande jogador' Imagem: Aurelien Meunier - PSG/PSG via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

29/08/2019 20h14

Patrice Evra, ex-lateral esquerdo de clubes como Manchester United e Juventus, defendeu hoje a imagem de Neymar junto ao público na França. Em declarações divulgadas pelo jornal esportivo espanhol Marca, o ex-jogador defendeu o brasileiro dentro e fora de campo.

"Quando chegou aqui (à França), ele era o rei do mundo. Agora que vai embora, parece que Neymar matou alguém", disse Evra.

"É simples: um jogador deve se sentir querido. Quando vê muita negatividade, vai embora. Tem muita gente - incluindo a imprensa - que o critica por se jogar muito e isso criou muito ódio ao redor dele. Porém, ele tem sido um bom garoto desde que chegou e deu muito ao PSG", acrescentou.

Em sua análise, Patrice Evra citou a eliminação do PSG na última edição da Liga dos Campeões da Europa. Na ocasião, o time francês perdeu em casa para o Manchester United por 3 a 1 após vencer na Inglaterra por 2 a 0. "Fala-se mal de Neymar, mas o PSG foi eliminado na Champions sem ele", lembrou.

Frente aos rumores de que Neymar estaria deixando o Parc des Princes para retornar ao Barcelona, Evra lamentou a possível perda do PSG.

"Não sei se ele vai embora, mas se for o caso, vão perder um grande jogador. Voltará ao Barcelona e será de novo o grande jogador que sempre foi", apostou.

Esporte