Topo

Futebol


Luan faz jogo como nos "velhos tempos" e sai ovacionado em possível adeus

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

25/08/2019 04h00

O calendário assegura que era 24 de agosto de 2019, mas o campo fez muita gente imaginar que Grêmio e Athletico se enfrentaram em qualquer dia entre 2015 e 2017. Mais do que a vitória, rotina no histórico recente de duelo entre os clubes, o motivo para possível confusão foi a atuação de Luan, como nos velhos tempos em que o meia-atacante era o principal nome do time. O camisa 7 fez gol, deu assistências e saiu ovacionado no provável adeus ao estádio gremista.

O Grêmio só voltará a atuar na Arena em 15 de setembro, contra o Goiás. A janela de transferências para as principais ligas da Europa fecha 13 dias antes e Luan receberá oferta.

A Atalanta, da Itália, mantém conversas com o Grêmio e prepara oferta oficial que pode significar o adeus de Luan a Porto Alegre.

Segundo apurou o UOL Esporte, o diálogo entre os dirigentes italianos e a cúpula gremista tem avançado. Na última segunda-feira, foi aberta linha direta entre os clubes para chegar a um acordo. Luan sabe das tratativas em andamento.

O bom jogo no sábado pode parecer comum a primeira vista, mas não é. Na terça-feira da semana passada, Luan ficou no banco e não entrou no decorrer do duelo com o Palmeiras. Nas partidas anteriores, teve desempenho discreto. Pobre. E se salvou no Gre-Nal 421, no estádio Beira-Rio, ao acertar cabeçada letal e garantir empate por 1 a 1.

Contra o Athletico, Luan fez um jogo diferente dos mais recentes. Digno do status que tem perante os gremistas. Foi dele o primeiro gol do duelo, mostrando oportunismo e atenção. Ainda no primeiro tempo, o meia-atacante flutuou pela intermediária e fez boas combinações com Diego Tardelli e Luciano. Pepê também estava no grupo das parcerias frequentes.

Na etapa final, Luan seguiu ativo. Criou boas oportunidades para conclusão dos colegas de time e ganhou um presente. Foi sacado minutos antes do apito derradeiro para ser aplaudido pela torcida. As arquibancadas retribuíram de Renato Gaúcho. O camisa 7 foi ovacionado, de pé, pelos mais de 12 mil presentes ao estádio.

"Fico muito feliz de ter esse apoio do torcedor. Às vezes a gente passa por momentos difíceis, como todo mundo, mas ter o apoio da torcida e da família é importante. Agradeço a todo mundo, toda torcida que gritou meu nome, mas agradeço ao grupo que me ajudou", disse Luan à transmissão do globoesporte.com na saída de campo.

Luan chegou a 75 gols pelo Grêmio, superou Renato Gaúcho no quesito bolas na rede, e se isolou mais um pouco no ranking de artilheiros da Arena do Grêmio, onde já marcou 40 vezes.

"O presente (ao Luan) é a cobrança para que ele continue fazendo gol. Fico contente que ele tenha me passado, quanto mais gol ele fizer, mais vamos vencer. Mais perto de um título vamos estar. Fico feliz, muito feliz, pelo Luan ter me ultrapassado. Espero que ele faça muito mais gols", comentou Renato Gaúcho.

O Grêmio volta a campo na terça, contra o Palmeiras, pela Libertadores. No sábado, encara o São Paulo pelo Campeonato Brasileiro. Na sequência, visita o Athletico pela semifinal da Copa do Brasil e emenda partida diante do Cruzeiro, pelo Brasileirão. O reencontro do time gaúcho com o estádio será no compromisso com o Goiás, em 15 de setembro.

Mais Futebol