Topo

Cueva ajudou Ceni a quebrar tabu de 8 anos em último encontro com o Santos

Cueva domina a bola durante clássico entre São Paulo e Santos, na Vila - Ricardo Nogueira/Folhapress
Cueva domina a bola durante clássico entre São Paulo e Santos, na Vila Imagem: Ricardo Nogueira/Folhapress

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

17/08/2019 04h00

O Santos tem um reencontro marcado com o técnico Rogério Ceni neste domingo, às 16h, quando visita o Cruzeiro, no Mineirão, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na ainda curta carreira como treinador, o ex-goleiro do São Paulo só enfrentou o Peixe uma vez, mas os santistas não guardam boas recordações do dia em que, com a ajuda do meia Cueva, um tabu de oito anos caiu.

A partida se deu pela primeira fase do Campeonato Paulista de 2017, e o Tricolor bateu o Santos por 3 a 1 em plena Vila Belmiro. O São Paulo não vencia o Peixe dentro do estádio santista desde 2009, somando todos os torneios, e ainda há mais tempo computando apenas jogos pelo estadual: desde 2003.

A vitória sob o comando de Ceni, inclusive, foi a última do São Paulo sobre o Peixe quando o mando pertencia ao clube da Baixada Santista. De lá pra cá foram três jogos, sendo dois na Vila e um no Pacaembu, com duas vitórias santistas e um empate.

Naquela noite, o Santos chegou a sair na frente com Copete, mas o meia Cueva, hoje encostado no Santos, empatou o jogo cobrando pênalti. Na comemoração, o peruano colocou a mão na orelha e tomou uma chegada do volante Thiago Maia, que gritou "aqui, não" para o meia.

Mas o grande destaque ficou para o atacante Luiz Araújo, que entrou na segunda etapa, teve grande atuação e marcou dois gols para dar a vitória ao São Paulo. Na segunda etapa, o time comandado por Rogério Ceni teve atuação memorável, dominando o jogo e não dando chances de reação ao Santos.

Quase cinco meses depois, Ceni acabou demitido pelo São Paulo sem um novo encontro com o Santos. No início do ano passado foi contratado pelo Fortaleza, subiu com o clube para a Série A e voltaria à Vila Belmiro na rodada 16 com o clube cearense, mas acabou acertando com o Cruzeiro, antecipando seu reencontro com o Santos, mas não com o estádio do Peixe, o que só deve acontecer no segundo turno do Brasileirão.