Topo

Esporte


Leonardo diz que Neymar cometeu erros, mas não foi afastado no PSG

Neymar treina com o PSG sob chuva na China - Paris Saint-Germain Football/PSG via Getty Images
Neymar treina com o PSG sob chuva na China Imagem: Paris Saint-Germain Football/PSG via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

15/08/2019 14h06

O diretor esportivo do PSG, Leonardo, concedeu uma entrevista para a emissora "RMC Sports" na qual disse que Neymar cometeu erros, mas que não foi afastado dos treinamentos do grupo enquanto o clube negocia a sua transferência com o Barcelona.

"Neymar cometeu erros. Você sabe, eu não o conhecia antes. Com o passar dos dias, eu o conheço. E eu sinceramente acho que ele é um bom menino com uma base muito boa. E em campo ele é um jogador incrível", disse, ao comentar sobre os protestos da torcida no Parque dos Príncipes no último domingo pedindo a saída do jogador.

Sobre a ausência de Neymar nas últimas atividades, Leonardo disse que não houve afastamento, mas a continuação do cronograma estabelecido para a sua recuperação. O brasileiro machucou o tornozelo em junho e ainda não atuou nesta temporada pelo clube.

"Ele não foi afastado do grupo. Ele segue seu programa de reabilitação personalizada. Ele é um jogador do Paris Saint-Germain. Temos que analisar tudo, devemos resolver tudo antes que ele possa jogar de novo", explicou Leonardo, que ainda afastou qualquer preocupação com o pé direito do jogador, que em curto espaço de tempo sofreu duas fraturas.

"As coisas são simples, Neymar foi controlado pelos principais médicos e cirurgiões do mundo no início da temporada e sua fratura está totalmente consolidada no 5º metatarso", disse.

Sobre a negociação em curso com o Barcelona, Leonardo não entrou em detalhes. "Há discussões para o seu futuro como todos sabem, mas não há nada avançado", disse.

De acordo com o jornal "L'Equipe", o principal entrave da negociação em curso é o valor em dinheiro. O PSG quer ao menos 100 milhões de euros (cerca de R$ 450 milhões) além da inclusão de jogadores, mas o Barcelona tem a intenção de envolver o mínimo de dinheiro no negócio

Como o UOL Esporte adiantou após reunião no começo desta semana, o PSG avisou que Neymar não deixa o clube por menos de 222 milhões de euros, o preço investido na compra há dois anos. O Barcelona tenta alcançar o valor avaliando Coutinho e Raktic em uma soma acima de 150 milhões de euros. A intenção da diretoria catalã é a de não envolver dinheiro na transação. Só que para o PSG, o valor de ambos beira os 100 milhões de euros.

Mais Esporte