PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Gandula sofre convulsão e deixa estádio de ambulância em jogo da Série C

Reprodução/Dazn
Imagem: Reprodução/Dazn

Marcello De Vico

Do UOL, em Santos (SP)

06/08/2019 14h24

Um gandula sofreu uma convulsão durante o jogo entre Boa Esporte e Luverdense, na noite de ontem (5), pela Série C do Campeonato Brasileiro, e precisou ser retirado de ambulância do Estádio Municipal de Varginha (MG), o Melão. Ele foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Varginha e a partida ficou paralisada por cerca de 25 minutos.

De acordo com Rildo Moraes, diretor do Boa Esporte, o gandula ficou apenas em observação e foi liberado da UPA no início da madrugada.

O jogo precisou ser paralisado por duas vezes. A primeira parada aconteceu por volta dos 17min do segundo tempo, quando o gandula começou a passar mal e foi levado de maca para a ambulância, onde recebeu os primeiros cuidados da equipe médica.

O árbitro Léo Simão Holanda reiniciou a partida após cerca de seis minutos, mas logo depois voltou a interrompê-la para que o veículo deixasse o estádio para levar o gandula até o hospital - não é permitido que o jogo aconteça sem que haja uma ambulância no local.

Foram quase 20 minutos de espera até que a ambulância retornasse ao estádio municipal de Varginha e a bola voltasse a rolar.

Na súmula, Léo Simão Holanda registrou o ocorrido, mas citando o gandula como maqueiro: "A partida ficou paralisada por 28 minutos em decorrência da ambulância precisar sair do estádio para atendimento médico do maqueiro; a partida foi retomada assim que houve o retorno da ambulância".

Dentro de campo, nada de gols, e um empate por 0 a 0 em duelo válido pela 15ª rodada do grupo B da Série C. Com o resultado, o Boa Esporte chegou aos 16 pontos, ficando com a oitava colocação, enquanto o Luverdense foi a 13, e aparece em nono.

Futebol