Topo

Esporte


Filipe Luís diz que gostaria de ver Neymar no Barcelona: "Lá ele é feliz"

Filipe Luís e Neymar treinando juntos antes de o atacante se lesionar e ser cortado da Copa América - Lucas Figueiredo/CBF
Filipe Luís e Neymar treinando juntos antes de o atacante se lesionar e ser cortado da Copa América Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Do UOL, em São Paulo

22/06/2019 21h04

Colega de seleção brasileira de Neymar, o lateral-esquerdo Filipe Luís aprovaria o retorno de Neymar ao Barcelona. Após a vitória de hoje por 5 a 0 do Brasil sobre o Peru, pela Copa América, na Arena Corinthians, em São Paulo, o jogador do Atlético de Madrid falou sobre a possibilidade de o atacante sair do Paris Saint-Germain.

"Neymar, se for para o Barcelona, não tenho ideia, mas seria uma grande novidade de mercado. A verdade é que eu gostaria (de ver Neymar no Barcelona). Porque lá ele é feliz, se sente muito melhor, é um jogador que necessita recuperar essa alegria e lá seria mais feliz", declarou o camisa 6 da seleção. "Mas não estou com ele, com sua família, na sua cabeça, não sei o que ele pensa. Só sei o que a imprensa publica."

O possível retorno de Neymar ao Barcelona vem bombando nos jornais de França e Espanha nos últimos dias. O tema já havia inclusive repercutido entre jogadores da seleção brasileira; o zagueiro Marquinhos, por exemplo, desconversou ao ser questionado sobre o assunto. O UOL Esporte apurou que o turbilhão emocional vivido pelo atacante nos últimos meses é fator fundamental pró-transferência de Paris à Catalunha.

O próprio Filipe Luis também vem sendo cotado para se transferir ao Barcelona. O lateral de 33 anos de idade está em fim de contrato com seu time na capital espanhola. Questionado se jogará ao lado de Neymar no time catalão na próxima temporada europeia, ele riu e desconversou:

"Eu no Barcelona com o Neymar? (risos) Não sei, a verdade é que muitas coisas podem acontecer até o fim da Copa América. Prometi à comissão técnica não negociar até o fim da competição, estou concentrado aqui. Mas, quando acabar, tenho que sentar para ver o que fazer. E depois anunciar o que decidir. Será um mês de julho agitado", comentou, mais uma vez entre risos.

Esporte