Topo

Em alta, Alerrandro aumenta pressão sobre Ricardo Oliveira no Atlético-MG

Alerrandro comemora gol pelo Atlético-MG  - Marcelo Alvarenga/AGIF
Alerrandro comemora gol pelo Atlético-MG Imagem: Marcelo Alvarenga/AGIF

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

12/06/2019 04h00

Alerrandro pede passagem no Atlético-MG e coloca ainda mais pressão sobre Ricardo Oliveira, que não marca um gol há nove partidas. O garoto já tem até números superiores ao do principal concorrente por uma vaga entre os titulares de Rodrigo Santana.

O jovem de 19 anos fez 12 gols em 972 minutos em campo, o que corresponde a um gol a cada 81 minutos. O veterano de 38 anos marcou 13 gols em 2160 minutos atuando, o que equivale a uma bola na rede a cada 167 minutos.

No último domingo (9), quando o Galo foi derrotado por 3 a 1 para o Santos, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro 2019, Ricardo Oliveira atuou como titular e foi substituído por Alerrandro no segundo tempo do confronto. O camisa 9 se irritou com a saída e, inclusive, se recusou a falar com a imprensa sobre o caso. Alheio a isso, o seu substituto marcou o único gol dos mineiros no confronto ocorrido na Vila Belmiro.

A comparação entre os atletas se tornou inevitável. Inclusive, o técnico interino Rodrigo Santana falou sobre o caso e não descartou uma troca no setor ofensivo.

"O momento do Alerrandro é muito bom. O pouco tempo que ele está tendo, ele está tendo essas oportunidades, está sabendo aproveitar. O Ricardo também é um jogador importante, teve uma cabeçada ali que poderia ter feito o gol, o goleiro foi muito feliz. Mas a gente vai estudar dentro da semana para ver quem joga na quinta-feira", disse após o jogo ocorrido no fim de semana.

Ricardo Oliveira marcou pela última vez em 27 de abril, na vitória por 2 a 1 sobre o Avaí, pela primeira rodada do Brasileirão. Desde então, ele disputou nove partidas e sempre passou em branco. A sequência representa o maior jejum do atleta desde a sua chegada à Cidade do Galo, em janeiro de 2018.