PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Por que Carille ainda admite futebol "um pouquinho feio" no Corinthians

Treinador espera manter time competitivo nos próximos dez jogos para remodelar o Corinthians no meio do ano - Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Treinador espera manter time competitivo nos próximos dez jogos para remodelar o Corinthians no meio do ano Imagem: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Arthur Sandes

Do UOL, em São Paulo

08/05/2019 04h00

O Corinthians tem sido um time de resultados em 2019, não de desempenho. O campeão paulista está vivo nos mata-matas que disputa e não vive crise, mas ainda está devendo futebol que encha os olhos do torcedor. Neste cenário, Fábio Carille pede paciência e avisa que ainda precisa de tempo para tirar o melhor do elenco que tem em mãos: só depois da Copa América.

''Para marcar pressão e jogar em cima, você precisa de energia. Sei que o futebol não está legal no geral, não é só do Corinthians, e vai continuar assim se não mudar o nosso calendário; esquece. Se você mesclar, você tira o entrosamento; se você mudar o time todo, vai tirar o entrosamento?", explicou Carille na semana passada, quando questionado justamente sobre a falta de regularidade do Corinthians.

O Alvinegro tem dez jogos marcados até a parada da Copa América, que começa em 14 de junho. A agenda cheia praticamente impede Carille de resolver os problemas estruturais do time. Há tempo para ajustar alguns erros, treinar uma ou outra jogada ensaiada, mas o técnico não vê chances de solucionar grandes questões - como a dificuldade na armação e a oscilação da equipe, por exemplo.

"Até a parada [da Copa América], o futebol vai ser um pouquinho feio", avisa o treinador corintiano. "Depois da parada acredito que todos os campeonatos possam melhorar, mas na sequência vai cair outra vez. É uma loucura o nosso calendário para quem chegar em todas as decisões", avalia Carille.

O problema em tudo isso é que a sequência de jogos nas próximas cinco semanas pode definir a temporada do Corinthians. São duelos por três campeonatos diferentes, divididos em fases eliminatórias de Copa do Brasil e Sul-Americana e seis rodadas do Brasileirão. No melhor dos casos o Timão chega ao meio do ano vivo em todas as disputas; no pior, pode ser eliminado duas vezes e ficar para trás nos pontos corridos.

A sequência começa às 19 horas (de Brasília) de sábado (11), contra o Grêmio, na Arena Corinthians. Depois disso o Alvinegro tem pela frente dois jogos contra o Flamengo (pelas oitavas de final da Copa do Brasil), além de Athletico, São Paulo, Goiás, Cruzeiro e Santos pelo Brasileirão e dois jogos contra um adversário ainda a ser sorteado, pela Sul-Americana.

Corinthians