PUBLICIDADE
Topo

Diego Costa é expulso, Barça vence o Atlético e encaminha título espanhol

Do UOL, em São Paulo

06/04/2019 17h37

O Barcelona deu mais um passo importante rumo ao título do Campeonato Espanhol. Na tarde de hoje (6), o time de Ernesto Valverde venceu o Atlético de Madri por 2 a 0 no Camp Nou e abriu 11 pontos de vantagem na liderança a sete jogos do fim da competição. Luis Suárez e Messi marcaram os gols do triunfo do Barça na 31ª rodada.

Antes de a bola rolar, a partida já era tratada como uma decisão pelas duas equipes. O clima quente se confirmou antes da metade do primeiro tempo, quando Diego Costa se exaltou em reclamação com a arbitragem e foi expulso. Com um jogador a mais, o Barcelona demorou, mas conseguiu construir o placar que encaminha o título do Espanhol. Suárez anotou o primeiro da equipe aos 39 minutos e Messi definiu na sequência.

Com o resultado, o Barcelona chegou a 73 pontos -- 11 a mais que o Atlético de Madri, segundo colocado. O Real Madrid, que venceu o Eibar nesta rodada, é o terceiro, com 60 pontos.

O próximo compromisso do Barcelona é contra o Manchester United na quarta-feira (10), no Old Trafford, pelo jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões. Já o Atlético volta a campo no próximo sábado (13), contra o Celta de Vigo, pelo Espanhol.

O melhor: Suárez

Até os 39 minutos do segundo tempo, Oblak vinha sendo o nome do jogo ao segurar a pressão do Barcelona. Mas o talento de Lionel Messi e Suárez acabaram por superar a boa atuação do goleiro do Atlético. O atacante uruguaio foi decisivo ao anotar o primeiro gol, que encaminhou a vitória da equipe quando o empate já parecia uma realidade. Messi, logo na sequência, definiu com muita categoria e se tornou o jogador com mais vitórias na história do Campeonato Espanhol -- 335.

O pior: Diego Costa

Uma das referências ofensivas do Atlético de Madri, Diego Costa complicou a situação da equipe ao ser expulso na metade do primeiro tempo após ofender a arbitragem. Com um a menos, o time de Diego Simeone ficou em situação difícil para buscar uma vitória que seria crucial para seguir sonhando com o título da competição.

Barça cria chances, mas para na trave no 1º tempo

Messi contra o Atlético de Madri - LLUIS GENE/AFP - LLUIS GENE/AFP
Imagem: LLUIS GENE/AFP
O Barcelona teve chances, mas não conseguiu abrir o placar antes do intervalo no Camp Nou. A melhor chance do time da casa aconteceu aos 13 minutos, quando Messi fez um belo passe por cima de defesa e deixou Jordi Alba na cara do gol. O lateral completou na saída do goleiro e acertou a trave.

Depois disso, o Barça voltaria a ter duas grandes oportunidades nos pés do brasileiro Philippe Coutinho. Aos 26 minutos, o meia-atacante tabelou com Luis Suárez, apareceu livre dentro da área e bateu rasteiro para uma defesa incrível de Oblak. Já nos acréscimos, Coutinho conseguiu uma finalização de cabeça após cruzamento de Suárez e parou em nova intervenção do goleiro do Atlético.

Diego Costa xinga árbitro e é expulso

Diego Costa é expulso contra o Barça - ALBERT GEA/REUTERS - ALBERT GEA/REUTERS
Imagem: ALBERT GEA/REUTERS
O Atlético de Madri sofreu uma baixa importante ainda no primeiro tempo. O atacante Diego Costa discutiu com a arbitragem e foi expulso na metade da etapa inicial.

A expulsão aconteceu aos 27 minutos de jogo. Diego Costa se irritou com Jesús Gil Manzano depois de uma disputa de bola no meio-campo e disparou contra o árbitro. Na transmissão da partida, é possível fazer a leitura labial das ofensas do hispano-brasileiro: "Me cago en tu puta madre", disse.

Após o cartão vermelho, Diego Costa seguiu discutindo o árbitro e deixou o campo bastante irritado. O zagueiro Piqué tentou acalmar o atacante na saída do gramado.

Suárez e Messi superam "paredão" Oblak

Mesmo com um jogador a mais, o Barcelona teve dificuldades para construir a vitória diante do Atlético de Madri. Isso porque uma grande atuação de Oblak vinha garantindo o empate no Camp Nou. Foi só aos 39 minutos que o Barça abriu caminho para o triunfo. Suárez recebeu na entrada da área e bateu com muita categoria para marcar o primeiro gol da equipe.

No minuto seguinte, Messi liquidou a partida. O argentino arrancou pela direita, se livrou da forte da marcação e só teve o trabalho de deslocar Oblak com um toque preciso para fazer 2 a 0.

Malcom volta a ganhar oportunidade

O momento tem sido de ascensão para Malcom no Barcelona. O atacante voltou a ganhar uma oportunidade de Ernesto Valverde e entrou em campo aos 17 minutos do segundo tempo na vaga de Arthur. O brasileiro se mostrou participativo desde o primeiro momento em campo e chegou perto de abrir o placar.

Na última rodada, o ex-Corinthians já havia aproveitado uma chance ao marcar um gol e dar uma assistência no empate contra o Villarreal.

Vaias para Antoine Griezmann

Antoine Griezmann foi perseguido pela torcida do Barcelona na partida de hoje. O motivo: foi o primeiro jogo do atacante francês no Camp Nou desde que ele recusou uma proposta do clube catalão e optou por permanecer no Atlético de Madri. O anúncio foi feito em um documentário exibido em junho do ano passado por um canal de TV fechada espanhol e irritou bastante o Barça.

Apesar disso, o nome de Griezmann continua sendo especulado como um possível reforço do Barcelona. O jornal Mundo Deportivo, inclusive, publicou que o jogador se arrependeu de ter negado o clube catalão e já teria enviado sinais sobre um interesse de se transferir para o Camp Nou na próxima janela de transferências.

15 jogos de tabu

Diego Simeone deixou o Camp Nou neste sábado sem conseguir encerrar um incômodo e longo tabu contra o Barcelona: em 15 partidas, o técnico argentino nunca conseguiu vencer o rival em seu estádio pelo Campeonato Espanhol. Antes do jogo de hoje, o retrospecto era de cinco empates e nove derrotas na casa do Barça.

Rival de olho

Técnico do United no Camp Nou - PAU BARRENA/AFP - PAU BARRENA/AFP
Imagem: PAU BARRENA/AFP
O Barcelona entrou em campo neste sábado sob olhares atentos do Manchester United, próximo adversário na Liga dos Campeões. O técnico do time inglês, Ole Gunnar Solskjaer, compareceu ao Camp Nou para assistir a Messi e companhia. As equipes se enfrentam na quarta-feira (10), no Old Trafford, pelo jogo de ida das quartas de final da competição.