PUBLICIDADE
Topo

Risco de prisão de CR7 por estupro afasta Juventus dos EUA, diz jornal

Cristiano Ronaldo segura bola com as mãos na partida Juventus x Parma - Marco Bertorello/AFP
Cristiano Ronaldo segura bola com as mãos na partida Juventus x Parma Imagem: Marco Bertorello/AFP

Do UOL, em São Paulo

20/03/2019 18h53

A Juventus não deve fazer a sua preparação para a temporada 2019/2020 nos Estados Unidos, como tradicionalmente acontece. De acordo com o jornal americano "The New York Times", os organizadores do torneio Internacional Champions Cup preferem manter o time italiano longe do país norte-americano devido ao risco de detenção de Cristiano Ronaldo, acusado de estupro.

A denúncia partiu da ex-modelo Kathryn Mayorga. Ronaldo é investigado pela justiça americana em caso que teria ocorrido em 2009, na cidade de Las Vegas. Assim, a ida da Juventus aos Estados Unidos poderia implicar na prisão do camisa 7.

De acordo com a publicação, a equipe de Turim participará de uma versão asiática da competição, que provavelmente será disputada na China e em Cingapura. Gigantes ingleses, como Tottenham e Manchester United, também farão parte do campeonato de pré-temporada.

A acusação contra Cristiano Ronaldo veio à tona em outubro de 2018, após detalhes do caso serem divulgados pela CNN nos Estados Unidos. Nas redes sociais, o camisa 7 da Juventus se disse inocente e afirmou que não alimentaria o "espetáculo midiático" em questão.

"Nego terminantemente as acusações de que sou alvo. Considero a violação um crime abjeto, contrário a tudo aquilo que sou e em que acredito. Não vou alimentar o espetáculo midiático montado por quem quer se promover à minha custa", escreveu, à época.

Cristiano Ronaldo ou Messi: Quem é o rei? Veja debate

RedeTV! Entretenimento

Esporte