PUBLICIDADE
Topo
Comprar ingresso
Comprar ingresso

Corinthians

Por antibióticos, médico do Corinthians adia alta de Andrés Sanchez

Presidente do Corinthians, Andrés Sanchez está internado com um quadro de encefalite viral  - Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians
Presidente do Corinthians, Andrés Sanchez está internado com um quadro de encefalite viral Imagem: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Arthur Sandes e Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

12/03/2019 16h34

O presidente Andrés Sanchez, do Corinthians, não receberá alta hospitalar hoje. Ele está internado desde a quarta-feira (6) por causa de uma encefalite viral. O diretor-adjunto de futebol do clube paulista, Jorge Kalil, que é médico e chefia a equipe de infectologia do Hospital São Luiz, adiou a saída do dirigente para que ele termine o ciclo de antibióticos endovenosos.

"Os endovenosos são aplicados na veia e têm maior facilidade de ser feita no hospital. Ele precisa completar esse ciclo endovenoso, dentro da veia. É melhor fazer isso no hospital e precisa completar esse ciclo de sete dias. Eu estou adiando (alta hospital) junto com a equipe de infectologia do hospital", afirmou Kalil ao UOL Esporte.

O quadro de André segue "estável, com uma recuperação absolutamente positiva". Após a preocupação dos primeiros dias de internação, Andrés Sanchez tem "dados vitais dentro da normalidade".

Andrés chegou a ser levado à UTI, da qual saiu no último sábado (9). Neste período em que está sob cuidados médicos, o presidente fica sem celular e mantido à parte das negociações do Corinthians, principalmente das conversas com o Sevilla por Guilherme Arana.

A encefalite viral é uma infecção do sistema nervoso central que provoca a inflamação do cérebro; é mais comum em bebês em crianças, mas também acomete adultos com a imunidade comprometida. A doença tem cura, mas deve ser diagnosticada rapidamente para evitar complicações - é considerada mais grave do que a meningite. No caso de Andrés, as chances de sequelas são consideradas baixíssimas.

Corinthians