PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Vice primeiro-ministro italiano chama Higuaín de 'mercenário'

Emprestado ao Chelsea, Higuaín foi chamado de mercenário por torcedor do Milan - divulgação/Chelsea
Emprestado ao Chelsea, Higuaín foi chamado de mercenário por torcedor do Milan Imagem: divulgação/Chelsea

Do UOL, em São Paulo (SP)

27/01/2019 12h44

Poucos dias após assinar com o Chelsea, Gonzalo Higuaín foi alvo de críticas por parte de Matteo Salvini, o vice-primeiro ministro da Itália. Segundo declaração dada pelo político, torcedor declarado do Milan, o jogador argentino não passa de um "mercenário".

"Higuaín? Estou feliz que ele foi embora. O compromisso com a camisa é essencial. Ele foi para outro lugar e nós vencemos. Eu não gosto de políticos e jogadores mercenários", afirmou Salvini.

Leia mais:

Jogador da Juventus, o argentino foi emprestado ao Milan na última temporada. O clube desembolsaria 18 milhões de euros por um ano de empréstimo do jogador, que chegou como a mais importante contratação de 2018. Porém, o atleta atuou pouco menos de seis meses com a camisa italiana e acabou rumando para o Chelsea na última semana.

Por outro lado, o vice-primeiro ministro foi só elogios ao atacante polonês Piatek, que tem apenas 23 anos e acaba de ser contratado pelo clube italiano. "Se gosto de Piatek? Muito. Ele também é um cidadão europeu (risos)", acrescentou.

O garoto de 23 anos fez sua estreia com a camisa do Milan no último sábado (26), no empate sem gols com o Napoli. Acionado no lugar de Cutrone, jogou pouco mais de 20 minutos.

Futebol