PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Jogador virou sensação aos 16 anos, mas investigação mostrou que ele tem 28

Reprodução
Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

19/12/2018 10h26

Um caso curioso aconteceu na Índia. Em outubro deste ano, Gourav Mukhi entrou para a história do campeonato local ao se tornar o jogador mais a marcar um gol, com 16 anos. O problema é que dois meses depois descobriu-se que ele não tinha 16, mas 28 anos.

A fraude foi descoberta depois que a Federação Indiana de Futebol abriu uma investigação sobre o jogador. Seu porte físico não se assemelhava ao de uma pessoa de 16 anos. Ele acabou suspenso por seis meses.

"Para mim é um dos melhores atacantes da competição. É o mais rápido e tem o gol em sua cabeça. Cometeu um erro, está suspenso e fora da equipe nesse momento, mas é um bom atacante", disse o técnico César Ferrando, técnico do Jamshedpur, time de Mukhi.

Em nota oficial, o Jamshedpur afirmou estar colaborando com a Federação Indiana de Futebol para resolver o caso. O clube reiterou que a investigação diz respeito a um torneio de seleções disputado em 2015 e que não tem relação com o Jamshedpur, "que disputa uma competição sem limite de idade".

"O Jamshedpur gostaria de afirmar que não apoia nenhum tipo de erro relacionado a idade de jogadores. O Jamshedpur está comprometido em jogar o esporte de maneira correta", completa a nota.

O Jamshedpur está na quinta colocação do Campeonato Indiano com 19 pontos. O líder é o Bengaluru, com 27 pontos.

Futebol