PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Palmeiras e Atlético-MG negociam troca de M. Rocha por Guerra e Papagaio

Danilo Lavieri e Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo e Belo Horizonte

14/12/2018 12h19

O Atlético-MG já informou ao Palmeiras que gostaria de ter Alejandro Guerra, Gustavo Scarpa ou Raphael Veiga na troca por Marcos Rocha. Todavia, escutou uma resposta negativa em relação aos dois últimos. Em conversas recentes, a inclusão do jovem Papagaio foi sugerida. Os mineiros aprovam, mas impõem algumas condições.

A informação foi divulgada pela Rádio 98fm e confirmada pelo UOL Esporte com fontes ligadas à negociação.

A ideia do Palmeiras, a princípio, é negociar o atacante de 19 anos com o futebol europeu. No entanto, os paulistas não descartam a possibilidade de emprestá-lo ao Galo para que ganhe mais experiência no futebol.

Com multa rescisória de 30 milhões de euros (R$ 131 mi), o garoto agrada à diretoria atleticana. O presidente Sérgio Sette Câmara aprova a sua contratação e é o responsável pelas conversas com o diretor de futebol Alexandre Mattos.

Porém, a cúpula quer que o atleta tenha os direitos fixados em um valor mais baixo ou assegurar parte de uma eventual venda para a Europa após a passagem do atleta pela Cidade do Galo.

O Galo, agora, aguarda o sinal verde do Palmeiras sobre o pedido feito em relação ao possível contrato de Papagaio.

O outro nome deve ser o de Alejandro Guerra. O meio-campista é um consenso entre as partes. O venezuelano de 33 anos deve ser envolvido no acordo. Ele também é aprovado pelo técnico Levir Culpi e pelo vice Lásaro Cândido Cunha. A discussão é referente à forma contratual.

Com vínculo até dezembro na Academia de Futebol, o gringo teria que renovar o compromisso para ser emprestado. A preferência do Palmeiras, hoje, é vendê-lo. No entanto, os paulistas sabem do desejo atleticano e não descartam colocá-lo no acordo.

Marcos Rocha tem contrato com o Atlético até dezembro de 2019. O jogador já deixou claro que pretende seguir em São Paulo na próxima temporada e até se desgastou com a diretoria do Galo.

Os mineiros, por outro lado, veem o lateral direito como uma boa chance de reforçar o elenco comandado por Levir Culpi. O clube chegou a oferecê-lo ao Grêmio com o intuito de buscar o atacante Marinho. No entanto, os gaúchos ainda avaliam a possibilidade de contar com o atleta.

Futebol