PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio aguarda definição de Renato sobre renovação até o final da semana

Renato teve novo encontro com presidente do Grêmio e prometeu resposta rápida - Daniel Vorley/AGIF
Renato teve novo encontro com presidente do Grêmio e prometeu resposta rápida Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

22/11/2018 18h23

Renato Gaúcho deve responder ao Grêmio se aceita proposta de renovação até este final de semana. Em novo encontro com a diretoria, o treinador prometeu encerrar a espera e dar sinal sobre o futuro antes da última semana de disputa do Campeonato Brasileiro. Na Arena, o técnico segue sendo a prioridade para 2019.

O Grêmio viaja a Salvador no sábado e joga contra o Vitória no domingo, às 17h (Brasília). A delegação segue no Rio de Janeiro após a derrota para o Flamengo, por 2 a 0, na quarta-feira.

Nas últimas horas, o Grêmio teve novas conversas com Renato sobre o futuro. Romildo Bolzan Jr., presidente do clube gaúcho, esteve no Rio e também estará em Salvador. A presença do dirigente tem ligação direta com as tratativas de renovação.

Antes da viagem, o Grêmio já havia procurado o treinador para pedir atualização sobre o caso. O clube ficou cerca de duas semanas à espera de um retorno aos valores propostos para 2019. No Rio de Janeiro, as partes conversaram novamente e ficou definido uma espécie de prazo.

O clube gaúcho pretende obter resposta de Renato, pelo sim ou pelo não, logo para iniciar planejamento de contratações, eventuais saídas e até pré-temporada. A possibilidade de jogar a pré-Libertadores em fevereiro também é considerada para acelerar o processo.

"Estou conversando com o presidente, trocado ideias e as coisas estão andando", disse Renato Portaluppi após o jogo com o Flamengo, no Maracanã. "O Grêmio sempre em primeiro lugar, a preferência sempre vai ser do Grêmio. Por isso a gente tem mantido conversas, trocamos ideias", acrescentou o treinador.

O Grêmio trabalha com a informação de que o Flamengo ainda não apresentou proposta a Renato Gaúcho, contudo sabe que a situação política do clube carioca tem influência. Sonho de consumo de dirigentes rubro-negros, o treinador saiu pela tangente ao ser indagado sobre contatos de olho no próximo ano.

"Se o Flamengo me procurou ou algum outro clube me procurou, deixa assim", afirmou Renato.

Renato está em sua terceira passagem pelo Grêmio e assumiu o comando do time em setembro de 2016. O clube ofereceu aumento salarial, luvas diluídas ao longo do contrato e manutenção de auxílio com passagens e custeio de hotel em Porto Alegre. Além de premiações por títulos conquistados no próximo ano.

Futebol