PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Provocações geram desconforto e afastam centroavante de retorno ao Inter

Brenner irritou ex-companheiros de Internacional na partida de domingo, no Rio - Vitor Silva/SS Press/Botafogo
Brenner irritou ex-companheiros de Internacional na partida de domingo, no Rio Imagem: Vitor Silva/SS Press/Botafogo

Do UOL, em Porto Alegre

19/11/2018 11h00

O Internacional reclamou de provocações no duelo contra o Botafogo, domingo. Derrotado, o Colorado acabou se envolvendo em confusão no fim do jogo. E um dos protagonistas das desavenças foi exatamente o centroavante Brenner, cujo contrato com o clube gaúcho vai até 2020.

Durante vários momentos do jogo, atletas do Inter se envolveram em lances ríspidos com ele. A transmissão do jogo flagrou inúmeras discussões. Ele sorria e ignorava os ex-companheiros.

Num dos lances, depois de dividida com Cuesta, Marcelo Lomba dizia para ele "jogar bola" em vez de ficar causando polêmica. E ao fim da partida, o técnico Odair Hellmann mostrou-se magoado, mesmo sem citar o antigo comandado. 

"Eu só acho que nós, profissionais, temos que ter uma relação de respeito. E quando ganha ou quando perde. É só o que eu acho. Quando eu faltar, vou vir aqui e lá dentro pedir desculpas. E seguimos porque já há uma tensão muito grande ali dentro, então quando passa do ponto, de pessoas que você conhece, isso aflora um pouco e tudo dentro do campo, está tudo certo. E eu fui falar isso com as pessoas, que se tenha respeito, se saiba ganhar, perder, respeitando o próximo e o adversário", disse. Odair era auxiliar quando Brenner atuava no Internacional.

O Colorado chegou a cogitar analisar melhor o atacante. Mas a conduta dele longe de Porto Alegre aliado ao que contribuiu quando defendeu o clube fecha completamente as portas para o regresso.

Caso não permaneça no Botafogo, o Inter tentará envolvê-lo em outro negócio para que siga sua carreira distante do Beira-Rio.

"São coisas que procuramos deixar no vestiário, aconteceram provocações. Quando o Botafogo esteve no Beira-Rio foi 3 a 0 e não houve nada de nossa parte. Hoje houve isso. mas cada um sabe escolher seu caminho, a atitude que vai tomar no momento de vitória. E mostra o caráter de cada um", disse o vice de futebol Roberto Melo.

O Colorado foi derrotado por 1 a 0, perdeu a cabeça no fim do jogo, teve dois jogadores expulsos e acabou sendo ultrapassado pelo Flamengo na classificação.

O próximo compromisso será contra o Atlético-MG, quarta-feira, na capital gaúcha.

Futebol