PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ainda sem resposta do Al Hilal, Carille avalia oferta de outro clube árabe

Técnico corintiano está valorizado no mercado após três títulos em um ano e meio - Pedro Vale/AGIF
Técnico corintiano está valorizado no mercado após três títulos em um ano e meio Imagem: Pedro Vale/AGIF

Bruno Grossi, Dassler Marques e Marcus Alves

De São Paulo (SP), Teresópolis (RJ) e Lisboa (POR)

22/05/2018 12h26

A negociação com o Al Hilal está em compasso de espera, mas outra equipe da Arábia Saudita colocou o técnico Fábio Carille como alvo. Na última segunda-feira, o treinador do Corinthians foi informado sobre o interesse do Al Wehda, clube recém-promovido à primeira divisão saudita, e agora avalia as condições oferecidas. As conversas ainda estão em fase inicial.

No caso do Al Hilal, Carille e seus representantes ainda aguardam um desfecho. Tudo esteve bem perto de ser acertado entre as partes na semana passada, mas a prioridade do time saudita era ter Jorge Jesus, do Sporting. Antes, tirar o português da equipe de Lisboa era visto como algo distante, só que o cenário mudou com uma crise que incluiu até agressão de torcedores a jogadores. O treinador lusitano pode rescindir ainda nesta semana com os Leões.

O Al Hilal não tem pressa e confia que pode contar com Jesus. Carille, por outro lado, acompanha o desenrolar das conversas com atenção mesmo com a possibilidade de não haver negócio. O Al Hilal é um dos maiores e mais ricos clubes do futebol asiático, acostumado a brigar por títulos nacionais e continentais. É um projeto mais seguro para o técnico corintiano.

Já o Al Wehda aparece mais como uma incógnita, em uma realidade oposta ao concorrente. A equipe conquistou o acesso à primeira divisão saudita recentemente, está construindo um novo centro de treinamento e dirigentes têm feito promessas de organizar uma potência para o futebol local. Isso passaria pela contratação de Carille, que agora avalia essa possibilidade com cautela.

Depois de falar em "mentiras" da imprensa sobre as negociações com o Al Hilal, no último domingo, Carille emitiu nota oficial nesta terça-feira para se desculpar. O treinador sustentou que houve quem mentisse a seu respeito, mas admitiu que não foi a maioria e que seu comentário foi generalizado.

Futebol