PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Torcida do São Paulo organiza escolta do time até o Pacaembu em clássico

Torcida do São Paulo pretende fazer festa na porta do CT da Barra Funda, no sábado   - Especial
Torcida do São Paulo pretende fazer festa na porta do CT da Barra Funda, no sábado Imagem: Especial

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

26/10/2017 19h04

A torcida do São Paulo pretende dar todo o apoio antes mesmo de a bola rolar no clássico deste sábado, com o Santos. A Independente, principal organizada do clube, convocou os tricolores para a escolta da equipe na hora do embarque no ônibus e durante o trajeto do CT da Barra Funda até o Pacaembu, local do jogo deste fim de semana.

Nesta sexta-feira, líderes das organizadas vão se reunir com representantes da polícia militar para oficializar o movimento. No sábado, 20 ônibus vão sair da sede da Independente, no centro da cidade, com destino ao CT tricolor. Porém, são esperados mais torcedores para participar da ação.

"Esperamos não só os torcedores de organizada, mas também sócios e torcedores comuns. Além de quem for com os nossos ônibus, contamos com quem chegar lá de metrô, moto, carro... A nossa ideia é que o time entre no ônibus fora do CT, para que os jogadores sejam recebidos pelo público. Vamos levar sinalizadores e instrumentos musicais também. A Marques de São Vicente [avenida do CT] vai ficar pequena", disse Henrique Gomes, o Baby, presidente da Independente.

Nesta quinta-feira, o Tricolor divulgou que 22 mil ingressos já foram vendidos para a partida, que será válida pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. No total, foram disponibilizados 40.199 bilhetes, com preços variando entre R$ 20 e R$ 140.

Apesar de ter a sua pior campanha na história do nacional, com 14 rodadas na zona do rebaixamento, o São Paulo tem contado com o apoio da torcida nesta temporada. O time tem a segunda melhor média de público como mandante do nacional, com 34.494 pessoas por confronto - atrás apenas do Corinthians, que tem 38.634 torcedores por partida. 

Por conta dos shows do U2 e de Bruno Mars, entre outubro e novembro, o São Paulo só volta a mandar suas partidas no Morumbi na última rodada, quando encara o Bahia. Até lá, vai receber o Santos, Chapecoense e Botafogo no estádio municipal.

 

Futebol