PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Messi prefere Suárez a Neymar como melhor do mundo; CR7 escolhe Modric

Messi foi ao prêmio da Fifa acompanhado da mulher, Antonella Roccuzzo - Alastair Grant/AP
Messi foi ao prêmio da Fifa acompanhado da mulher, Antonella Roccuzzo Imagem: Alastair Grant/AP

Do UOL, em São Paulo

23/10/2017 18h24

Como capitães de suas seleções nacionais, Cristiano Ronaldo e Lionel Messi tiveram direito a voto na eleição do melhor jogador do mundo da Fifa em 2017, cujos resultados foram divulgados nesta segunda-feira (23). E como já virou costume em anos recentes, nenhum dos dois escolheu o rival em sua lista de três atletas.

Vencedor do prêmio com 43,16% dos votos, Cristiano escolheu três colegas de Real Madrid: o croata Luka Modric em primeiro, seguido do espanhol Sergio Ramos e do brasileiro Marcelo.

Já Messi, que ficou em segundo, com 19,25%, votou no uruguaio Luis Suárez, seu parceiro de Barcelona, como melhor do mundo. O argentino completou a lista com Andrés Iniesta, também do Barça, e Neymar, que trocou o time catalão pelo PSG no meio do ano.

Terceiro colocado na premiação, com 6,97% dos votos, Neymar não votou. O jogador apontado como capitão da seleção brasileira foi o lateral direito Daniel Alves. O atleta do PSG escolheu Neymar em primeiro, com Messi em segundo e Cristiano Ronaldo em terceiro.

O prêmio da Fifa, que passou a ser chamado de "The Best" a partir da edição 2016, é escolhido a partir de quatro votações, cada uma com peso de 25% no resultado final: técnicos de seleções, capitães de seleções, jornalistas e torcedores, esta última por meio da internet.

Futebol