PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Após anúncio de intervenção, torcida do Barcelona grita "independência"

do UOL, em São Paulo

21/10/2017 18h04Atualizada em 21/10/2017 18h14

Torcedores do Barcelona cantaram gritos falando em “independência” por quase um minuto, neste sábado (21), no Camp Nou, enquanto a equipe enfrenta o Málaga, pela nona rodada do Campeonato Espanhol.

A manifestação das arquibancadas acontece no mesmo dia em que o primeiro-ministro espanhol, o conservador Mariano Rajoy, afirmou que pretende assumir o controle da região autônoma da Catalunha e destituir seus governantes para convocar novas eleições.

O premiê anunciou a intervenção, após os catalães terem realizado um referendo, no início deste mês, com o objetivo de se apartar e declarar independência da Espanha —cerca de 43% do eleitorado participou, com 90% dos votos a favor da separação.

A votação, porém, foi considerada ilegal pelo Tribunal Constitucional do país e deu margem para o Poder Executivo espanhol afirmar que utilizará o artigo 155 da Constituição do país, uma regra que prevê medidas contra regiões separatistas.

Camp Nou

O público nas arquibancadas gritava “independência”, ecoando pelo estádio, ao mesmo tempo em que agitava as senheras, que são as bandeiras com a cor amarela e listras vermelhas da região da Catalunha.

O canto começou aos 17 minutos e 14 segundos do primeiro tempo contra o Málaga. O início nesta marca específica da partida remete a 1714, ano em que tropas da Espanha cercaram a região da Catalunha e anexaram a região ao território do país.

O grito de independência nesta altura de jogo é comum em partidas no Camp Nou, mas ganhou mais força neste sábado.

Fora do estádio, nas ruas de Barcelona, milhares de pessoas participam de uma manifestação contra as medidas anunciadas pelo governo da Espanha.

O protesto também fala em "independência" e conta com a participação de autoridades como o presidente regional da Catalunha, Carles Puigdemont, e o vice, Oriol Junqueras.

Futebol