PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Tite admite estar pressionado por vaga com antecedência na Copa do Mundo

Pedro Martins/ MoWa Press
Imagem: Pedro Martins/ MoWa Press

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em Porto Alegre (RS)

30/08/2017 19h51

O técnico Tite admitiu se sentir pressionado pelo fato de a seleção brasileira ter conquistado a vaga para a Copa do Mundo com antecedência. De acordo com o treinador, há uma obrigação da equipe de jogar bem.

“A Copa do Mundo iniciou. Você aproveita esse tempo todo que a gente antecipou e bota pressão neles (jogadores) para ter um bom desempenho. Não sei se teremos um bom resultado, mas há a obrigação de ter um bom desempenho”, afirmou, em entrevista coletiva nesta quarta-feira (30).

“A seleção brasileira e os jogadores estão pressionados. Já falei para eles internamente e coloco publicamente. Eles precisam apresentar desempenho”.

Questionado sobre a preocupação em não fechar o elenco um ano antes da Copa do Mundo, Tite se disse “aberto” a novos talentos em suas convocações.

 “Sou coerente, aberto a novos talentos que surgem e de formar a equipe. O Brasil está classificado, mas a cobrança permanece”.

Tite ainda abordou outros temas delicados na entrevista coletiva desta quarta-feira, na Arena do Grêmio. Ele comentou a ausência de nomes de destaque no Campeonato Brasileiro e disse entender as críticas por suas opções.

“Todas as críticas sobre não ter convocado Vanderlei, não ter convocado Weverton, não ter convocado Diego são justas. A escolha de qualquer um desses seis goleiros seria justa para alguns, injusta para outros. Se eu tivesse talvez mais tempo, com quatro anos. Estaria um dia com Cássio, outro dia com outro, mas não dá. Não dá. Mas têm meu respeito e minha consideração”, comentou.

Futebol