PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Eduardo Baptista diz não a time da Arábia Saudita e segue na Ponte

Rodrigo Villalba/Photopress/Estadão Conteúdo
Imagem: Rodrigo Villalba/Photopress/Estadão Conteúdo

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

19/10/2016 15h01

Depois de ter seu nome comentado como possível novo técnico do Corinthians, Eduardo Baptista voltou a ser sondado para deixar a Ponte Preta. O treinador recusou na semana passada uma proposta do futebol da Arábia Saudita.

Um empresário tentou apresentar a proposta, mas não conseguiu nem abrir a negociação. Baptista afirmou que pretendia terminar o ano na mesma equipe e concluir o projeto de 2016, já de olho em 2017.

Após garantir os 45 pontos e se livrar do rebaixamento, o comandante já começou a trabalhar no planejamento da próxima temporada ao lado da diretoria ponte-pretana. A três pontos do G-6, a equipe ainda sonha com uma vaga na Libertadores.

Eduardo Baptista conseguiu destaque em 2014 como técnico do Sport ao deixar a equipe de Recife longe da briga para não cair. Lá ele também foi campeão da Copa do Nordeste e do Estadual. No ano seguinte, foi para o Fluminense e chegou até a semifinal da Copa do Brasil, sendo eliminado pelo campeão Palmeiras nos pênaltis.

Sem se firmar no Rio de Janeiro, o técnico fechou com a equipe de Campinas ainda no primeiro semestre deste ano e voltou a ter sucesso. Ele teve seu nome bastante comentado no Corinthians após a demissão de Cristóvão Borges, mas viu o presidente Roberto de Andrade preferir Oswaldo de Oliveira.

Eduardo, inclusive, era um dos favoritos de Andrés Sanchez para o cargo. O ex-presidente não escondeu sua insatisfação com o fato da escolha ter sido feita exclusivamente por Roberto. Não à toa, o episódio acabou na saída de Eduardo Ferreira do cargo de diretor de futebol. Ele havia sido indicado por Andrés.

Futebol