PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Rogério Ceni confessa a amigos que não quer Cuca no São Paulo, diz jornal

Cuca e Rogério Ceni tiveram problema sério na passagem do treinador pelo Morumbi - Eduardo Knapp/Folha Imagem
Cuca e Rogério Ceni tiveram problema sério na passagem do treinador pelo Morumbi Imagem: Eduardo Knapp/Folha Imagem

Do UOL Esporte

Em São Paulo

08/07/2011 09h16

O retorno de Cuca ao São Paulo como substituto do demitido Paulo César Carpegiani tem um opositor de muito peso dentro do clube. De acordo com o diário Lance!, o goleiro e capitão Rogério Ceni já manifestou a pessoas próximas sua contrariedade com a contratação do técnico por conta de um problema entre ambos na sua primeira passagem pelo clube, em 2004.

O tema causa desconforto e é tratado com sigilo entre as partes. Vale lembrar que na época o goleiro teve uma ríspida discussão com o auxiliar de Cuca, Osmar Feitosa, em um rachão recreativo antes do duelo contra o Alianza Lima, válido pela Libertadores. Feitosa chegou a dizer “você pode ser o Rogério Ceni, mas eu te tiro do treino”.

Embora não tenha poder de veto, Rogério Ceni é frequentemente consultado em assuntos ligados ao futebol e sua opinião é sempre levada em consideração por causa da sua liderança no grupo de jogadores e da idolatria nutrida pela torcida.

MURICY JÁ ACUSOU TREINADOR DE TENTAR 'ROUBAR' SEU EMPREGO

Quando foi demitido do São Paulo em 2009, Muricy Ramalho aproveitou a oportunidade para abrir fogo contra Cuca. De acordo com o agora treinador do Santos, seu colega, à época no Flamengo, ligava frequentemente para Juvenal Juvêncio para cortejar seu lugar. O mais importante é ser correto no futebol. Hoje os técnicos não se respeitam, ligam para os clubes. O Cuca liga para o Juvenal para saber como está. Tudo o que ele faz ele liga para o Juvenal. É demais para mim?, reclamou. Cuca rebateu e disse que sua índole e caráter jamais o permitiriam tomar tal atitude e que seus contatos com Juvenal eram pela amizade que ambos estabeleceram na passagem do treinador pelo clube em 2004.

Pesa a favor de Cuca o excelente relacionamento com o presidente Juvenal Juvêncio e o fato de ter sido o treinador o responsável pela montagem do elenco que se sagrou campeão da Libertadores e Mundial em 2005.

A definição do novo técnico são-paulino deve sair em breve. O certo é que Juvenal não quer repetir a tentativa de colocar o treinador das categorias de base Sérgio Baresi à frente da equipe principal. Campeão da Copa São Paulo no ano passado, o jovem treinador foi pinçado para comandar o profissional, mas a curta passagem foi um fiasco e deixou a equipe próxima das últimas colocações do Brasileirão.

Além de Cuca, Dorival Júnior e Paulo Autuori são outros nomes lembrados pela diretoria, que trata com sigilo das negociações. Enquanto não acerta com ninguém, caberá ao auxiliar Milton Cruz comandar a equipe contra o Cruzeiro, neste sábado, no Morumbi.

Esporte