PUBLICIDADE
Topo

Notícias em primeira mão dos bastidores do futebol, informações exclusivas sobre o seu time, novidades do mercado da bola e o melhor do jornalismo esportivo em um só lugar. Só para assinantes UOL!

Globo reduz espaço da seleção durante impasse em leilão por direitos

Seleção brasileira está reunida na Granja Comary, mas não deve receber atenção tradicional da Globo - Pedro Martins/ MoWa Press
Seleção brasileira está reunida na Granja Comary, mas não deve receber atenção tradicional da Globo
Imagem: Pedro Martins/ MoWa Press

Do UOL, em São Paulo

03/10/2017 04h00

O impasse nas negociações pelos direitos de transmissão do próximo ciclo de Copa do Mundo (2018 a 2022) já impacta o espaço destinado à seleção brasileira no noticiário da TV Globo. Enquanto a CBF não cede e busca um acordo pelos 37 jogos – entre amistosos e Eliminatórias –, a ordem na emissora é reduzir o tempo de exposição do time de Tite em seus principais noticiários. A determinação se iniciou nos polêmicos amistosos na Austrália e seguiu nos quatro jogos finais das Eliminatórias, contra Equador, Colômbia, Bolívia e Chile.

Em nota recente, a CBF informou não ter recebido propostas dentro dos moldes estabelecidos no leilão pelos direitos, que pedia um valor mínimo de US$ 3,5 milhões (R$ 11 milhões) por cada jogo. A Globo entende não ser razoável pagar mais de US$ 2 milhões. Enquanto seguem as conversas, a TV, por uma decisão logística, entendeu ser necessário ir com apenas um repórter (Mauro Naves) para o jogo da próxima quinta, em La Paz. A equipe mínima é um fato inédito nos últimos anos. O Sportv, por sua vez, nem sequer terá narradores e comentaristas. A tensão é grande em ambos os lados. Por ora, a Globo não tem uma resposta positiva sobre a transmissão dos quatro amistosos que restarão até a Copa, sendo dois em novembro próximo e dois em março. (Por Dassler Marques e Pedro Ivo Almeida)

Seleção: Neymar encara pancadas e até dor na unha

Neymar deixou o treino mais cedo na última segunda-feira. Rapidamente, a comissão técnica informou que a saída antecipada estava na programação, mas o atacante tem motivos para se preocupar. Além das duas pancadas fortes em entradas de Paulinho e Diego Tardelli, o craque do PSG vem sofrendo com dores do dedão do pé esquerdo, tudo por conta de um problema na unha.

No primeiro treino com a seleção em Teresópolis, ele interrompeu a atividade para trocar o curativo no pé que insistia em incomodá-lo. (Por Dassler Marques e Pedro Ivo Almeida)

Seleção: “Parça” de Neymar reforça seleção até a Copa

Os amigos mais próximos de Neymar não estão presentes apenas no entorno da seleção brasileira. A partir de agora, mais especificamente do treino da última segunda (2), o preparador físico particular do craque e também do PSG, Ricardo Rosa, integra a comissão técnica de Tite. A ideia da seleção é ter o “parça” do craque como reforço na preparação até a Copa da Rússia. De acordo com a CBF, era necessário incorporar alguns profissionais de olho em 2018. (Por Dassler Marques e Pedro Ivo Almeida)

Seleção: Helicóptero do Neymar ou carona com o pai?

Estreante em convocações com Tite, o lateral Danilo foi o único dos jogadores convocados por Tite que chegaram a Teresópolis na segunda-feira a não usar helicóptero - foram duas aeronaves, sendo uma da CBF e uma de Neymar. O jogador do Manchester City passou o domingo em Bicas-MG, cidade que fica a duas horas de carro da Granja Comary, e preferiu seguir de carona com o pai para se apresentar ao grupo. A seleção fica completa nesta terça com as chegadas de Alex Sandro, Miranda, Alisson e Diego. (Por Dassler Marques e Pedro Ivo Almeida)

Palmeiras: Cuca precisa pagar se quiser sair

Cuca e Palmeiras possuem compromisso até 2018. O próprio treinador, entretanto, colocou em a própria permanência em xeque após entrevista no último sábado, pós-derrota contra o Santos. Embora o “fico” seja tratado como o cenário provável na atualidade, o clube se precaveu no contrato em relação a uma possível desistência do comandante. Caso queira sair no fim do ano, o comandante tem de pagar uma multa equivalente a um salário [R$ 450 mil]. O valor é o mesmo para a situação contrária. O contrato do treinador, que, em entrevista ao Lance!, disse ter sido mal interpretado no fim de semana e assegurou a permanência, tem validade até dezembro de 2018. (Por José Edgar de Matos)

SP: Vitória contra patrocinador após calote de R$ 330 mil

O São Paulo venceu na Justiça a empresa Rock & Ribs, que estampou sua marca no calção da equipe mas deixou de pagar cerca de R$ 330 mil pelo acordo. Na ação, a empresa tentou negar o contrato ao afirmar que a pessoa que assinou com o clube não era seu funcionário, mas a diretoria são-paulina conseguiu comprovar nos autos que a Rock & Ribs tinha conhecimento e havia dado autorização para que o signatário se apresentasse como diretor-executivo. (Por Pedro Lopes)

Palmeiras: Livre de pagar R$ 19 mi a investidor de Valdivia

Uma decisão em segunda instância, no Tribunal de Justiça de São Paulo, livrou o Palmeiras de pagar R$ 19,2 milhões a Osorio Furlan, que investiu na contratação de Valdivia em 2010. Furlan acusava o clube de ter agido de má-fé ao não negociar o chileno entre 2010 e 2015, impedindo o empresário de receber de volta a quantia investida, e exigia ressarcimento com juros. A Justiça considerou que o Alviverde agiu dentro de seus direitos durante a duração do contrato do meia, inclusive avisando o investidor quando surgiram negociações. A decisão é praticamente definitiva, cabendo apenas recursos ao Superior Tribunal de Justiça e o Supremo Tribunal Federal. (Por Pedro Lopes)