PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras não aproveita expulsões do Nacional e perde no Allianz Parque

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

09/03/2016 23h47

O Palmeiras teve chance, muita chances, mas não conseguiu o empate com o Nacional-URU, jogando dentro de casa, no Allianz Parque, nesta quarta-feira (9). Mesmo com um jogador a mais desde os 42 minutos do primeiro tempo – Fucile foi expulso -, o time alviverde pouco criou na segunda etapa para evitar a primeira derrota na Libertadores: 2 a 1 para os uruguaios. Próximo do final, Léo Gamalho ainda também viu o cartão vermelho. Uma hora depois do jogo, a diretoria anunciou a demissão do técnico Marcelo Oliveira.

Depois de um início de domínio palmeirense, a equipe brasileira acabou surpreendida com dois gols do Nacional em apenas três minutos: Nico López e Leandro Barcia balançaram as redes. A expulsão de Fucile, no entanto, deu novo gás ao Palmeiras, que descontou com Gabriel Jesus, ainda no primeiro tempo. Mas uma segunda etapa de muita catimba uruguaia e pouca efetividade brasileira fez com que o time de Marcelo Oliveira conhecesse sua primeira derrota na Libertadores.

Derrotado, o Palmeiras perde a liderança do Grupo 2. Agora, o time brasileiro está em segundo, com quatro pontos, um a menos que o Nacional-URU, novo líder.

Na próxima rodada, as duas equipes voltam a se enfrentar, no dia 17 de março. Dessa vez, no entanto, o embate acontecerá no Parque Central, casa do Nacional-URU, em Montevidéu, no Uruguai.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 1 x 2 NACIONAL 

Competição:
Libertadores (fase de grupos)
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 9 de março de 2016, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Público: 37.073
Renda: R$ 2.490.655,54
Árbitro: Enrique Osses (CHI)
Assistentes: Carlos Astroza e Christian Schiemann (ambos do CHI)
Cartões amarelos: Thiago Martins e Zé Roberto (Palmeiras); Eguren, Seba Fernández (Nacional-URU)
Cartões vermelhos: Fucile, Léo Gamalho e Gusvao Munúa (todos do Nacional-URU)

Gols: Nico López, aos 37 minutos, e Leandro Barcia, aos 40 minutos do primeiro tempo, para o Nacional-URU; Gabriel Jesus, aos 48 minutos do primeiro tempo, para o Palmeiras.

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Thiago Martins, Vitor Hugo e Zé Roberto; Thiago Santos, Jean (Allione), Robinho e Dudu; Gabriel Jesus e Cristaldo. Técnico: Tico dos Santos

NACIONAL: Conde; Fucile, Eguren, Victorino e Espino; Barcia (Felipe Carballo), Porras, Romero e Ramírez; López e Fernandez. Técnico: Gustavo Munúa

Futebol