PUBLICIDADE
Topo

Carioca - 2019

Fla aposta em C. Eduardo e defesa para frear Seedorf e ataque inspirado do Botafogo

Carlos Eduardo (e) fará sua estreia no Fla e dividirá o protagonismo do jogo com Seedorf - Alexandre Vidal/Fla Imagem e Fernando Soutello/AGIF
Carlos Eduardo (e) fará sua estreia no Fla e dividirá o protagonismo do jogo com Seedorf Imagem: Alexandre Vidal/Fla Imagem e Fernando Soutello/AGIF

Bernardo Gentile e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

17/02/2013 06h10

Após quase um mês de expectativa, o Flamengo terá, neste fim de semana, a estreia de Carlos Eduardo, contratado com status de "estrela" para ser o camisa 10 do time na temporada. O rubro-negro, porém, terá que tomar muito cuidado para que o Botafogo não estrague a festa no clássico deste domingo, às 18h30, no Engenhão. E a equipe da Gávea aposta no bom aproveitamento de sua defesa para conter o inspirado ataque do alvinegro e, principalmente, o desempenho do craque holandês Seedorf. O duelo terá transmissão ao vivo do Placar UOL Esporte e comentários simultâneos de Helder Floret.

A partida válida pela sétima rodada da Taça Guanabara - primeiro turno do Campeonato Carioca - marcará o duelo do melhor ataque da competição (Botafogo, com 15 gols) contra a melhor defesa do torneio (Flamengo, com três gols sofridos) até o momento. O rubro-negro busca uma vitória para confirmar sua vaga na fase final, enquanto o time de General Severiano busca os três pontos para se aproximar da classificação.

E é justamente o encontro contra o melhor ataque que confunde a cabeça do técnico do Flamengo, Dorival Júnior. O comandante do time rubro-negro faz mistério e não confirma a formação que irá usar para conter o ímpeto do Botafogo, que chegou a ser chamado de time "mais perigoso e malandro" durante a semana.

A única confirmação é a entrada de Wallace, titular ao lado de Marcos González na zaga. A ideia, porém, é que Dorival opte por Carlos Eduardo no ataque, ao lado de Rafinha e Hernane, e Amaral entre os volantes, fortalecendo a marcação sobre Seedorf e o ataque alvinegro.

"Temos um grande time do outro lado e precisamos ter atenção especial na marcação. Ainda estou definindo o melhor a ser feito. Precisamos arranjar um jeito de marcar bem e conseguir manter a boa campanha que temos até aqui", analisou o técnico.

PROMESSAS DUELAM EM FLA X BOTA APÓS GRITOS DE ‘MELHOR QUE NEYMAR’

  • Além de promessas de Botafogo e Flamengo, Vitinho e Rafinha têm outra curiosidade em comum. Ambos ganharam músicas de seus torcedores, que os elegeram ‘melhor do que Neymar’, e criam grande expectativa em seus clubes. A dupla assumiu a titularidade há pouco tempo e se enfrentarão neste domingo em busca de afirmação no time principal.

Pelo lado do Botafogo, o jogo contra o Flamengo é encarado como uma boa possibilidade de manter o melhor ataque e, principalmente, ganhar moral e trazer a torcida para junto da equipe. Entretanto, o técnico Oswaldo de Oliveira terá problemas para armar a equipe. Sem 80% dos volantes – Marcelo Mattos, Renato, Gabriel e Lucas Zen –, o treinador optou pela improvisação. O lateral esquerdo Julio Cesar e o meia Fellype Gabriel serão improvisados no setor.

Andrezinho não se recuperou das dores musculares, apenas participou de uma atividade física no sábado e não deverá ser relacionado para o confronto. Caso apresente uma melhora, ficará no banco de reservas, enquanto Vitinho será mantido entre os titulares ao lado de Seedorf e Lodeiro, de volta da seleção do Uruguai. Bruno Mendes, mesmo em má fase, será mantido no time principal.

“Temos três jogadores que atuam como primeiro volante. Marcelo Mattos, Lucas Zen e Gabriel e nenhum deles está à disposição. O Jadson sai muito para o jogo. Como o Julio [Cesar] eu já conheço e já ele fez essa função em outros clubes, fiz essa escolha. Jogou bem no segundo tempo contra o Resende e vou efetivar essa escolha até que tenha a volta deles. Se for bem, pode permanecer”, disse o comandante alvinegro.

FLAMENGO x BOTAFOGO

Data e horário: 17/02/2013 (quarta-feira), às 18h30 (horário de Brasília)
Local: Estádio Olímpico João Havelange (Engenhão), no Rio de Janeiro (RJ)
Transmissão na TV: Premiere FC
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo (RJ) e Henrique Corrêa (RJ)

Flamengo
Felipe; Léo Moura, Wallace, Marcos González e João Paulo; Amaral, Elias e Ibson; Carlos Eduardo, Rafinha e Hernane
Técnico: Dorival Júnior

Botafogo
Jefferson; Lucas, Bolívar, Antônio Carlos e Márcio Azevedo; Julio Cesar, Fellype Gabriel, Vitinho, Seedorf e Lodeiro; Bruno Mendes
Técnico: Oswaldo de Oliveira