PUBLICIDADE
Topo

Carioca - 2019

Técnico do Bota elogia revelação Jádson e mostra otimismo em seu futuro no time

Jádson foi elogiado pelo técnico do Bota, após boa atuação na marcação de Deco - Bernardo Gentile/UOL Esporte
Jádson foi elogiado pelo técnico do Bota, após boa atuação na marcação de Deco Imagem: Bernardo Gentile/UOL Esporte

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

14/05/2012 17h42

O Botafogo já estava classificado para as semifinais da Taça Rio e decidiu dar descanso à maioria de seus titulares na última rodada. Marcelo Mattos era um dos que mais precisava repousar, mas Lucas Zen, seu reserva imediato, estava com uma entorse no tornozelo. Com o desfalque, o Alvinegro recorreu às categorias de base para que um volante subisse e treinasse naquela semana junto com o elenco principal. Foi preciso apenas uma atividade para que Jádson conquistasse a confiança do técnico Oswaldo de Oliveira, que o escalou entre os onze contra o Boavista. Após um mês entre os profissionais e uma boa atuação na final do Carioca no currículo, a jovem revelação recebeu elogios do treinador, que quer aproveitá-lo melhor no time.

BOTA BUSCA RECUPERAÇÃO E INICIA NOVO 'PROJETO LIBERTADORES' APÓS DERROTAS

  • O Botafogo fazia uma boa campanha e mantinha uma invencibilidade que já durava 23 partidas. Entretanto, o Campeonato Carioca e a Copa do Brasil chegaram em suas fases decisivas e o Alvinegro falhou nas duas frentes. O time sofreu três derrotas – duas para o Fluminense e outra para o Vitória – e viu todo o planejamento do primeiro semestre ruir. Com o Estadual como passado, o Glorioso não tem nem mesmo o torneio nacional para consolo. Assim, o time buscará recuperação e iniciará novo 'projeto Libertadores' no Campeonato Brasileiro.

Com aproximadamente 30 dias treinando entre os profissionais, Jádson já tem história para contar. Na estreia contra  o Boavista ele demonstrou personalidade forte e discutiu com o árbitro após fazer uma falta. Na final da Taça Rio, o volante entrou no segundo tempo para marcar Juninho Pernambucano, que tentou intimidá-lo. A provocação não teve sucesso e os dois chegaram a bater boca. Por último, o jogador foi titular na segunda final do Carioca e recebeu a ingrata missão de grudar em Deco. Mais uma boa atuação, que encheu os olhos do comandante.

“É uma possibilidade que temos de levar em consideração. Jádson estava sobrando em energia, pois Deco jogou na quinta-feira. Mérito do menino, que é determinado, tem uma personalidade incrível. Ele me deixa muito otimista quanto ao aproveitamento na nossa equipe titular. Fez uma grande partida”, disse Oswaldo.

O técnico nunca escondeu que gosta de uma participação ofensiva de seus volantes. Renato segue à risca este pedido, o que não ocorre com Marcelo Mattos, mais focado na marcação e que dificilmente chega ao ataque. Apesar da inexperiência, Jádson demonstrou forte poder de marcação, mesclado com chegadas como elemento surpresa. O jogador, inclusive, quase marcou contra o Vitória, pela Copa do Brasil, em Salvador, mas o goleiro Juninho fez grande defesa e espalmou para escanteio.

Jádson e o restante do grupo seguirão viagem para Saquarema, onde o grupo realizará uma intertemporada no centro de treinamento da CBV (Confederação Brasileira de Voleibol). O elenco ficará na cidade da Região dos Lagos até sexta-feira, quando voltará para o Rio de Janeiro. No domingo, o Glorioso estreia no Campeonato Brasileiro contra o São Paulo, no Engenhão.