PUBLICIDADE
Topo

Espanhol - 2019

CR7 supera Di Stéfano com hat-trick, Real vence dérbi e dispara na ponta

Mosaico da torcida do Atlético de Madri no Vicente Calderón - Divulgação/La Liga - Divulgação/La Liga
Imagem: Divulgação/La Liga

Do UOL, em São Paulo

19/11/2016 19h32

Se por um lado o Barcelona não conseguiu fazer a sua parte diante do Málaga mesmo jogando em casa, o Real Madrid cumpriu uma complicada missão neste sábado e aproveitou para abrir uma considerável vantagem na liderança do Campeonato Espanhol. Com três gols de Cristiano Ronaldo, o time merengue venceu o dérbi contra o Atlético por 3 a 0 em pleno Vicente Calderón e acabou com a invencibilidade do rival dentro de seu estádio na Liga 16/17.

A vitória leva o Real Madrid aos 30 pontos, contra 26 do vice-líder Barcelona. Já o Atlético de Madrid, que até então somava quatro vitórias e um empate dentro do Vicente Calderón neste Espanhol, perde a oportunidade de assumir o terceiro lugar (do Sevilla) e continua estacionado nos 21 pontos, na quinta colocação da tabela, após 12 rodadas de disputa.

Real Madrid e Atlético agora deixam de lado o Espanhol e voltam a se concentrar na Liga dos Campeões. Na terça-feira, o time merengue encara o Sporting, de Portugal, fora de casa. Um dia depois, o Atlético recebe o PSV, da Holanda, em mais um jogo no Vicente Calderón. Os jogos são válidos pela quinta rodada da fase de grupos do torneio europeu.

CR7 supera Di Stéfano

Cristiano Ronaldo comemora terceiro gol do Real Madrid sobre o Atlético - Divulgação/La Liga - Divulgação/La Liga
Imagem: Divulgação/La Liga
Com os três gols deste sábado, Cristiano Ronaldo chegou a 18 na história do dérbi Real x Atlético e superou o ídolo merengue Alfredo Di Stéfano, que até então era o maior goleador da história do clássico, com 17.

Craque com sorte

Cristiano Ronaldo comemora ao abrir o placar para o Real diante do Atlético de Madri - Divulgação/La Liga - Divulgação/La Liga
Imagem: Divulgação/La Liga
O craque português também contou com um pouco de sorte em seu hat-trick. Em cobrança de falta frontal ainda na etapa inicial, ele chutou e viu a bola desviar na barreira e enganar o goleiro Oblak para fazer 1 a 0.

Cristiano Ronaldo x Koke

Uma disputa de bola mais ríspida entre Cristiano Ronaldo e Koke deu início a uma discussão entre os jogadores que precisou ser contida rapidamente pelo árbitro, com um amarelo para cada. A ‘conversa’ seguiu durante alguns minutos, com juramentos de ambos os lados.

Pênalti polêmico

O segundo gol de Cristiano Ronaldo veio depois de um pênalti polêmico marcado pelo árbitro. O português usou o braço para deslocar Savic, tomou a frente da jogada e acabou derrubado depois de se chocar contra as pernas do adversário. Para o juiz, jogada normal de CR7, e pênalti de Savic.

Simeone tenta, mas Zidane leva a melhor

Simeone e Zidane se cumprimentam antes do dérbi entre Atlético e Real - Divulgação/La Liga - Divulgação/La Liga
Imagem: Divulgação/La Liga
O Real Madrid de Zinedine Zidane só levou um susto no primeiro tempo, logo começo do jogo. Depois, tomou conta da partida e dominou o Atlético em seu estádio. Foram algumas chances perdidas pelo time merengue, que poderia ter ido para o vestiário até com um placar mais amplio que 1 a 0. Mas a história mudou no intervalo. A chacoalhada de Simeone surtiu efeito e a equipe colchonera voltou com outra postura. Empurrou o Real para o seu campo, mas um pênalti marcado para os visitantes esfriou a busca do Atlético. Depois, o contra-ataque do Real funcionou e, após passe de Bale, CR7 fechou a conta.

Último dérbi no Calderón

Atlético e Real fizeram neste sábado o último dérbi no Vicente Calderón pelo Campeonato Espanhol. A equipe colchonera passará a jogar em seu novo estádio (La Peineta) a partir da próxima temporada – ainda há a possibilidade de os rivais se encontrarem no Vicente Calderón na Liga dos Campeões ou na Copa do Rei.