PUBLICIDADE
Topo

Futebol

São Paulo tenta impedir Tigre de aquecer no gramado, mas argentinos driblam seguranças

Tigre tenta entrar no gramado para fazer aquecimento, mas é impedido por seguranças - Reprodução/FoxSports
Tigre tenta entrar no gramado para fazer aquecimento, mas é impedido por seguranças Imagem: Reprodução/FoxSports

Do UOL, em São Paulo

12/12/2012 21h26

O São Paulo tentou quebrar uma tradição e não conseguiu. O time brasileiro quis impedir os jogadores do Tigre de entrarem no gramado minutos antes da bola rolar na final da Copa Sul-Americana, nesta quarta-feira alegando que o gramado do Estádio do Morumbi estava ruim, mas os seguranças foram driblados pelos atletas argentinos, que pularam as placas de publicidade e conseguiram fazer o aquecimento como desejavam. 



Cerca de cinco seguranças tentaram conter toda a delegação da equipe argentina de entrarem no gramado alegando que o gramado estava ruim por causa do show da Madonna que o estádio recebeu na semana passada. Com a mesma justificativa, o São Paulo já havia impedido o Tigre de fazer reconhecimento de gramado.

Na última terça-feira, os argentinos precisaram fazer o treino em São Paulo no estádio da Portuguesa, o Canindé. 

Na entrada do estádio do Morumbi, o homem forte do futebol do São Paulo, João Paulo de Jesus Lopes, afirmou que a tentativa foi uma recomendação dos agrônomos da equipe, que recomendaram que o gramado tivesse mais tempo para se recuperar.

"A gente deu mais camarotes a eles, deu mais ingressos para eles, a gente atendeu a todos os pedidos que eles quiseram. Mas não podíamos deixar eles treinarem aqui para o gramado ter um tempo de recuperação maior, era recomendação dos agrônomos", afirmou ele.

 

Futebol