Topo

Futebol


Ronaldinho se revolta com árbitro: "Tem hora que a paciência acaba"

Ronaldinho Gaúcho responsabilizou a arbitragem pelo empate com Botafogo e consequente eliminação do time - Washington Alves/Vipcomm
Ronaldinho Gaúcho responsabilizou a arbitragem pelo empate com Botafogo e consequente eliminação do time Imagem: Washington Alves/Vipcomm

Do UOL, em Belo Horizonte

28/08/2013 22h03

Um dos destaques do Atlético-MG na eliminação para o Botafogo, no empate por 2 a 2, nesta quarta-feira, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, o meia-atacante Ronaldinho Gaúcho atribuiu a queda alvinegra ao juiz Wilton Pereira Sampaio. Ele criticou a atuação do árbitro. “Tem hora que a paciência acaba”, salientou.

O camisa 10 atleticano reclamou da não marcação de pênaltis e da aplicação de cartões para os atletas do Botafogo. “Não tem pênalti a favor, não tem expulsão em jogador que faz falta quando seria expulso normalmente, tem hora que a paciência acaba”, afirmou.

Ronaldinho Gaúcho disse que o Atlético não conseguiu a classificação por causa de erros do juiz. “Difícil jogar assim, para o jogo, não dá pênalti, irrita os jogadores. Foi o grande culpado”, destacou Ronaldinho Gaúcho.

A reclamação em cima do juiz foi grande, durante toda a partida. Ao final, jogadores e comissão técnica cercaram o árbitro para reclamar. A torcida alvinegra também endossou o coro para cima de Wilton Pereira Sampaio. O presidente Alexandre Kalil esbravejou e não poupou xingamentos contra Wilton Pereira Sampaio.

Mais Futebol