PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Corinthians reencontra Vasco e tenta evitar roteiro do ano do rebaixamento

Corinthians tem 40 pontos no Brasileirão e enfrenta o Vasco da Gama, que soma 39 - Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Corinthians tem 40 pontos no Brasileirão e enfrenta o Vasco da Gama, que soma 39 Imagem: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

17/11/2018 04h00

A árdua luta contra o rebaixamento parecia estar com os dias contados. Apoiado por mais de 30 mil pessoas, o Corinthians tentava sepultar de vez o risco de queda no Brasileirão diante do Vasco. O jogo, entretanto, terminou como um pesadelo, pois a derrota por 1 a 0 praticamente levou a equipe paulista à Série B.

Tal roteiro ocorreu em novembro de 2007 e precedeu uma das páginas mais tristes da história do Corinthians. No domingo seguinte, o rebaixamento virou realidade após um empate com o Grêmio no Olímpico, em Porto Alegre, em duelo válido pela última rodada do campeonato.

Onze anos depois, o Corinthians se vê novamente numa situação complicada, embora esteja mais distante da zona do descenso. O time recebe o Vasco neste sábado, às 19h (de Brasília), em Itaquera, pela 35ª rodada. Os corintianos ocupam a 13ª posição, com 40 pontos, contra 39 pontos do adversário, que está na 14ª colocação.

Em casa, apoiado pelos torcedores que devem lotar a Arena Corinthians, a equipe de Jair Ventura tem a chance de bater um rival direto na briga para fugir das últimas posições. Essa possibilidade atual não virou realidade em 2007.

Corinthians 2007 - Ricardo Nogueira/Folhapress - Ricardo Nogueira/Folhapress
Volante Carlos Alberto lamenta chance perdida no duelo Corinthians e Vasco em 2007
Imagem: Ricardo Nogueira/Folhapress

Naquela ocasião, o Corinthians do técnico Nelsinho Baptista ocupava o 16º lugar e travava uma disputa intensa com o Goiás, o 17º. Os paulistas somavam 43 pontos, contra 42 dos goianos. Ou seja, uma vitória contra o Vasco livraria o time alvinegro da Série B se a equipe esmeraldina fosse derrotada pelo Atlético-MG.

A ideia era justamente evitar prolongar a briga contra o rebaixamento até a última rodada, pois o Grêmio ainda tinha chances de alcançar uma vaga no G-4. O objetivo corintiano, porém, caiu por terra: o atacante vascaíno Alan Kardec fez o único gol do jogo aos 19 minutos do segundo tempo.

A derrota do Goiás para o Atlético-MG, no entanto, evitou que o Corinthians voltasse à zona de rebaixamento, cuja saída havia ocorrido na 35ª rodada. Assim, uma vitória sobre o Grêmio bastava para o time paulista se livrar da queda. Se ocorresse um empate, o Goiás não poderia vencer o Inter no Serra Dourada.

Pois foi justamente esse combinação no capítulo final daquele campeonato. O Corinthians saiu atrás no placar, empatou ainda no primeiro tempo, mas não conseguiu virar na etapa final. Em Goiânia, o Goiás viu o Inter fazer 1 a 0 no começo do jogo, mas conseguiu a virada. O empate saiu antes do intervalo. No segundo tempo, Élson fez de pênalti após Paulo Baier errar duas tentativas, com os lances anulados pelo árbitro.

Longe dali, o Corinthians amargava a queda histórica para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. Rebaixamento encaminhado na rodada anterior, contra o Vasco, em casa.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS x VASCO

Data: 17 de novembro de 2018, sábado
Horário: 19h (horário de Brasília)
Competição: Campeonato Brasileiro (35ª rodada)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Árbitro: Wilton Pereria Sampaio (GO)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires (GO)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Thiaguinho; Pedrinho, Jadson (Mateus Vital) e Clayson; Danilo. Técnico: Jair Ventura

VASCO: Fernando Miguel; Pikachu, Leandro Castán, Henriquez e Henrique; Raúl, Andrey, Thiago Galhardo, Marrony e Kelvin; Andrés Rios. Técnico: Alberto Valentim

Esporte