PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Felipão comemora ponto fora e veta clima de "já ganhou" no Palmeiras

Do UOL, em São Paulo

11/11/2018 19h36

Luiz Felipe Scolari comemorou o ponto conquistado neste domingo (11) após o 1 a 1 do Palmeiras com o Atlético-MG, em Belo Horizonte. O treinador valorizou o resultado e até interrompeu um repórter que fazia a sua pergunta para vetar o clima de “oba-oba”.

Na entrevista coletiva após o jogo, o comandante dava atenção ao questionamento e reagiu imediatamente quando ouviu a expressão “campeão virtual”.

"Não! Não concordo! São 15 pontos ainda", disse o treinador. Em seguida, ele voltou a brincar com o mesmo repórter, que perguntava o segredo da "facilidade" para ser campeão.

"Fácil? (Felipão abre a sua jaqueta e mostra o uniforme suado). Olha o meu suadouro aqui. Se isso é fácil... Queria outro tipo de facilidade. Ficar ali gritando, esperneando, vendo as coisas darem certo e outras errado. É muito difícil", afirmou.

Leia mais:
Juca Kfouri: Verdão dá mais um passo para o título
Dracena diz que sofreu pênalti e comemora rodada favorável
Felipe Melo responde a críticas sobre "futebol feio"

O técnico do Palmeiras disse que o empate em Belo Horizonte já seria motivo de comemoração. Os outros resultados da rodada, no entanto, ajudaram bastante, admite o treinador.

"A gente manteve a diferença e diminuiu um jogo. Mantivemos o Internacional longe e temos um ponto a mais do que tínhamos em relação ao Flamengo, que é outro candidato. A rodada foi, no geral, benéfica para a gente", completou. "Estou devendo algo ao Palmeiras. Tomara que consiga retribuir neste final de ano com o Brasileiro".

Por fim, o treinador elogiou bastante o departamento médico e de fisiologia pelo retorno de Willian antes do previsto. Ele explicou as suas opções pela escalação e já anunciou rodízio contra o Fluminense novamente.

"Coloquei o Thiago Santos (no lugar do Moisés) porque ele me dá muitas opções. Tanto que eu pude colocá-lo na lateral e ter uma opção tática nova. O Scarpa está há três, quatro meses sem jogar. Não dá para jogar 90 minutos toda a hora. Precisa entrar e sair, ficar no banco, como estou fazendo com todo mundo e vou continuar fazendo. No Fluminense, teremos três ou quatro atletas diferentes dos de hoje", finalizou.

Com 67 pontos, o Palmeiras tem cinco de vantagem em cima do Internacional e volta a jogar na próxima quarta-feira, às 21h45, no Allianz Parque, contra o Fluminense.

Esporte