PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Jogo atrasado e sequência caseira motivam Santos por 'missão Libertadores'

Thiago Ribeiro/AGIF
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Do UOL, em Santos (SP)

26/09/2018 11h00

Cuca deixou claro em entrevistas recentes que a principal missão quando assumiu o Santos era evitar o rebaixamento para a segunda divisão – o time se encontrava na 17ª colocação do Brasileiro. Porém, apesar do pouco tempo de trabalho, a equipe engatou uma sequência de resultados que a fez começar a sonhar até com Libertadores. E os próximos quatro jogos, em especial, terão um caráter decisivo na conquista deste ainda distante objetivo.

Nesta quinta-feira (27), o Santos encara o Vasco, no Pacaembu, em jogo atrasado da terceira rodada do Brasileiro. A partida que o time santista tinha a menos que os demais clubes durante boa parte da competição, enfim será realizada e, em caso de triunfo, irá colocá-lo três posições acima na tabela – sairia do 11º lugar, com 32 pontos, para a oitava posição, com 35.

Além disso, outro fator que joga a favor do Santos, ao menos teoricamente, é a sequência de partidas como mandante - três dos próximos quatro jogos são em casa. Além do Vasco, o time comandado por Cuca recebe Atlético-PR na Vila Belmiro, dia 30, domingo, e Corinthians no Pacaembu, dia 13 de outubro. Neste meio tempo, faz visita ao Vitória no dia 5, no Barradão.

Até aqui, Cuca tem se dado bem nos jogos como mandante. Perdeu apenas na sua estreia, contra o Cruzeiro (1 a 0), na Vila Belmiro, no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Depois, acumulou cinco jogos sem derrotas: vitórias sobre Sport (3 a 0) e Bahia (2 a 0) e empates contra Independiente, Grêmio e São Paulo, todos por 0 a 0.

Outra boa notícia para o técnico santista é que ele terá quase todo elenco à disposição diante do Vasco. Derlis González e Gustavo Henrique voltam de suspensão, enquanto Lucas Veríssimo, que se recupera de uma lesão na coxa direita, está em fase final de transição e pode ser relacionado para o confronto. O único desfalque confirmado é o atacante Felippe Cardoso, que segue com um desconforto na coxa direita.

Caso Lucas Veríssimo e Felippe Cardoso se tornem opção para o jogo de domingo (30), contra o Atlético-PR, Cuca poderá ter, pela primeira vez desde que assumiu o time, todos jogadores à disposição para uma partida. Para que isso aconteça, porém, nenhum dos pendurados pode ser advertido contra o Vasco: Gabigol, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe, Robson Alves, Victor Ferraz, Dodô e Alisson.

Esporte