PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Renato prevê queda do Corinthians e põe Grêmio na briga: "Temos chance"

Do UOL, em Porto Alegre

13/07/2017 21h58

O Grêmio assumiu a vice-liderança do Brasileiro ao bater o Flamengo nesta quinta-feira (13) por 1 a 0 na Ilha do Urubu. E ainda assim o primeiro colocado parece distante. São 10 pontos de diferença para o Corinthians. Mas isso não desmotiva o técnico Renato Gaúcho, que prevê uma queda do time paulista.

"Não tirando os méritos do Corinthians, que está jogando muito bem e tem construído uma linda campanha. Mas é algoa normal. O Corinthians tem disparado, feito resultados dentro e fora de casa. Mas daqui a pouco, o Corinthians vai despencar. Não tem quem comece e acabe bem um campeonato assim. São 10 pontos, três jogos. Anotem isso. O Corinthians vai despencar. O pessoal que está chegando de trás, vai chegar. O segundo turno será totalmente diferente. Por isso vamos continuar brigando no Brasileiro. Temos chance, sim. Não está nada decidido. Nem acabou o primeiro turno ainda. O Grêmio está vivo no Brasileiro, na Copa do Brasil e na Libertadores", disse o treinador.

Grêmio e Corinthians jogaram em Porto Alegre e o time paulista venceu. Mas ainda assim, mesmo com apenas um confronto direto na tabela, Renato está otimista. Prevê tropeços em série do Timão, algo que ainda não houve.

"O Grêmio tem jogado muito bem e encantado todo mundo. Eu confio na qualidade do meu grupo. Mas não tem uma equipe no mundo que vá disparar como o Corinthians disparou e ganhar todas. Vão tropeçar, e quando isso acontecer serão duas, três, quatro vezes. E daí o Grêmio e os de trás vão aproximar", afirmou o treinador.

Na próxima rodada, o Tricolor encara a Ponte Preta, em Porto Alegre. Kannemann está fora da partida, suspenso.

Esporte