PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Não é à toa. Inter tem motivo para se preocupar contra o lanterna

Inter venceu quatro dos 11 jogos que fez contra times da ponta debaixo da tabela - Ricardo Rimoli/AGIF
Inter venceu quatro dos 11 jogos que fez contra times da ponta debaixo da tabela Imagem: Ricardo Rimoli/AGIF

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

29/10/2016 06h00

Aquele discurso de jogo difícil, partida igual e concentração recheou a preparação do Internacional para a 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. E mesmo sendo contra o Santa Cruz, atual lanterna, a postura do Colorado faz sentido. Até agora, o time gaúcho já perdeu cinco vezes para times que estão na ponta debaixo da tabela.

No primeiro turno, perdeu para o próprio Santa Cruz, Figueirense e Vitória fora de casa. No Beira-Rio, levou 3 a 2 do Botafogo – que à época flertava com o rebaixamento.

No segundo turno, o time gaúcho perdeu em casa para o Vitória e pior: foi derrotado pelo América-MG, então lanterna do campeonato.

“A gente vem em uma crescente, com bons resultados, mas é preciso foco. Mesmo lá em baixo, vai ser difícil. Esses jogos nos complicam muito e é preciso atenção”, disse o volante Rodrigo Dourado.

Juntando os dois turnos, o Inter venceu apenas quatro dos 11 jogos que fez contra os seis adversários diretos na luta contra o rebaixamento. E dois dos triunfos ocorreram recentemente, contra Figueirense e Coritiba.

“O Santa Cruz tem seu jeito de jogar, está passando por dificuldades e trocou treinador. Deve ter um interino, mas não vai mudar a maneira de jogar. Esperamos uma equipe com qualidade, está em desequilíbrio técnico e ainda à procura de bom jogo e melhor formação. Sabemos que teremos dificuldades. Mas nós temos a nossa maneira de jogar e vamos lá”, disse Celso Roth.

O cálculo do Inter para espantar o fantasma da Série B envolvia seis vitórias como mandante. Até aqui, desde que adotou a conta, o time conseguiu 100% no Beira-Rio. Vencer o Santa Cruz mantém a fórmula em dia.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL X SANTA CRUZ

Data e hora: 29/10/2016 (sábado), às 18h30min (Brasília)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho (Fifa/GO) e Fabiano Ramires (ES)

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Ceará, Paulão, Ernando e Geferson; Fabinho, Eduardo Henrique, William, Alex e Eduardo Sasha (Anderson); Vitinho
Técnico: Celso Roth

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Vítor, Neris, Luan Peres e Roberto; Jadson, Derley, João Paulo e Léo Moura; Keno e Grafite
Técnico: Adriano Teixeira

Esporte