PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Lesão de Pratto atrapalha planos do Atlético-MG e não tem a ver com o campo

Lucas Pratto se recupera de lesão e já tem um mês que não joga pelo Atlético-MG - AP Photo/Eugenio Savio
Lucas Pratto se recupera de lesão e já tem um mês que não joga pelo Atlético-MG Imagem: AP Photo/Eugenio Savio

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

29/06/2016 06h00

No começo do mês o Atlético-MG fez um grande esforço e tirou Fred do Fluminense. O centroavante chegou para reforçar o elenco alvinegro no Campeonato Brasileiro e também para suprir a eventual saída de Lucas Pratto. O clube mineiro recebeu propostas pelo atacante argentino no começo da temporada, especificamente do Celta, da Espanha, e do Hebei Forturne, da China, e espera que vá receber novas ofertas.

Aliás, não negociar Pratto nesta janela pode complicar as finanças do clube até o final da temporada. Embora não comente o assunto abertamente, a diretoria do Atlético não esconde o desejo em fazer dinheiro com Lucas Pratto. A expectativa é que as propostas cheguem e sejam iguais ou bem próximas das ofertas recebidas entre janeiro e fevereiro. Os valores variaram entre R$ 44 milhões e R$ 70 milhões. Dinheiro que ajudaria o Atlético a fechar a temporada com tranquilidade e daria segurança para começar a trabalhar a montagem do elenco para 2017.

A disputa da Copa Libertadores e o curto tempo para buscar um substituto fizeram com que o Atlético rejeitasse todas as ofertas por Pratto. A maior delas chegou perto de R$ 70 milhões, mais de cinco vezes o valor gasto pelo clube mineiro na contratação de Pratto, que veio após ótimas temporadas no Vélez Sarsfield, da Argentina.

Uma semana após a abertura da janela chinesa, nenhuma proposta oficial chegou ao Atlético. Da Europa também não chegou nada ainda. E o motivo parece claro. A lesão na panturrilha direita de Pratto, que não joga desde o dia 18 de maio, quando o Atlético foi eliminado pelo São Paulo da Libertadores, apesar do triunfo por 2 a 1.

Se a diretoria preocupa em como manter as contas em dia, os jogadores do Atlético torcem é pelo rápido retorno de Lucas Pratto aos gramados. E para o atacante Robinho é possível que um desejo da torcida seja realizado. Ver um trio ofensivo formado por Fred, Pratto e Robinho é uma das vontades dos atleticanos.

“Nós jogadores queremos que todos estejam à disposição e acredito que o treinador também. O Atlético tem espaço para grandes jogadores e o Pratto é espetacular. Cabe ao professor Marcelo ter essa boa dor de cabeça para saber quem vai jogar. Acho que todos jogadores podem jogar juntos, desde que haja comprometimento de todo mundo, de voltar quando estiver sem a bola e não deixar o time vulnerável. É questão de treinamento. Acho que dá, são grandes jogadores. Resta saber quem vai sair, mas no Atlético sempre tem espaço para grandes jogadores”.

Algo que pode sim acontecer, desde que Pratto não seja negociado com o futebol chinês, já que o atacante ainda vai levar algum tempo até retornar aos gramados. A expectativa é que o atacante ainda demore entre duas e três semanas para retornar com as atividades em campo.

Esporte