Topo

Esporte


São Paulo crê em excesso de notícias plantadas para desestabilizar time no Brasileirão

Ilustração com o que o São Paulo considera mentiras lançadas para tumultuar ambiente - MOntagem com fotos de Folhapress, Joel Silva/ Folhapress e AP
Ilustração com o que o São Paulo considera mentiras lançadas para tumultuar ambiente Imagem: MOntagem com fotos de Folhapress, Joel Silva/ Folhapress e AP

Do UOL Esporte

Em São Paulo

07/10/2011 07h00

O São Paulo acredita na existência de um movimento externo oculto disposto a tentar desestabilizar o time na reta final do Brasileirão. O tal complô, segundo a diretoria tricolor, foi articulado da seguinte forma: regularmente são lançadas notícias na imprensa para gerar tumulto no Morumbi, potencializando eventuais intrigas com jogadores, técnico e diretores.

BOA FASE DE DAGOBERTO É ATRIBUÍDA A RELIGIÃO, DIZ EMPRESÁRIO

  • Nelson Almeida-UOL

O mais recente “diz que me diz” envolveu o técnico Luiz Felipe Scolari, em que teria acertado pré-contrato com o São Paulo para dirigir o time em 2012. O clube informou não existir qualquer negociação com o técnico do Palmeiras.

No entanto, o Blog do Ceará relata a admiração de Juvenal Juvêncio pelo trabalho de Felipão.

O São Paulo assegura também ser falsa a notícia de uma suposta tentativa de parceria do clube com um site de traição na contratação de Vagner Love. De acordo com o vice-presidente do clube, João Paulo de Jesus Lopes, o São Paulo jamais aceitaria esse tipo de contato.

"Estranhamos essas notícias na imprensa, mas essas coisas parecem que têm sido plantadas muito nessas últimas semanas. Primeiro foi a notícia de que estaríamos contratando o Vagner Love e que essa contratação seria patrocinada por um site de relacionamento extraconjugais. O São Paulo nunca faria uma negociação com um site nessas características. Depois sobre a Taça das Bolinhas. O São Paulo tem seu posicionamento. Tem o caso do gandula. Saiu agora a notícia do Felipão envolvendo o Palmeiras. Esse todo de notícias tem nos desagradado”, diz o dirigente.

Algumas figuras que agem nos bastidores são conhecidas pelo São Paulo. Andrés Sanchez é apontado como um deles. O anúncio do presidente do Corinthians de que o Santos teria fechado pré-contrato com Dagoberto foi interpretado como clara manobra para tumultuar o ambiente no São Paulo.

Ataques ao técnico Adilson Batista e especulações sobre sua saída no fim do ano também não causarão instabilidade no comando do São Paulo, alerta João Paulo de Jesus Lopes.

“Temos um compromisso muito forte com o Adilson, é uma ofensa qualquer cogitação a esse momento. Estamos fazendo boas campanhas no Brasileiro e na Sul-Americana. Não tem nenhum sentido esse tipo de conversa nesse momento. O São Paulo pretende manter o Adilson. Temos contrato com ele”.

Mais Esporte