PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Hamilton explica relargada inédita: 'Loucura pensar que estava sozinho'

Hamilton larga sozinho no GP da Hungria, após todos os outros pilotos entrarem nos boxes para trocar pneus - Reprodução/TV
Hamilton larga sozinho no GP da Hungria, após todos os outros pilotos entrarem nos boxes para trocar pneus Imagem: Reprodução/TV

Colaboração para o UOL

01/08/2021 12h28

Pela primeira vez na história um carro se alinhou sozinho para uma largada na Fórmula 1. Após a corrida, Lewis Hamilton explicou a cena inusitada, que também teve consequências para sua corrida.

"Eu estava falando para a equipe como estava a pista, mas eles disseram que tinha chuva vindo, então achei que tivessem outras informações. Considerando as circunstâncias de hoje, eu aceitei", disse o inglês que terminou em segundo no GP da Hungria. Na pista, ele foi o terceiro colocado, porém ganhou uma posição horas depois da prova por causa da desclassificação de Sebastian Vettel.

"Um enorme parabéns para a Alpine e ao Ocon. Estou muito feliz por ele. E a Aston Martin lá em cima também. Definitivamente foi difícil, nós mesmo complicamos as coisas. Louco pensar que éramos os únicos do grid para a relargada", disse.

A estratégia de seguir na pista com os pneus intermediários se mostrou equivocada, já que Hamilton foi obrigado a parar no fim daquela volta para colocar os pneus para pista seca. Na saída dos boxes ele era o 14º e último colocado, pedido até a confirmação pelo rádio por não acreditar no que estava acontecendo.

Ocon faz festa; Vettel lamenta

Na entrevista antes do pódio, Esteban Ocon deixou claro seu estado eufórico após a primeira vitória na categoria.

"Apenas um enorme obrigado pela confiança que todos colocaram em mim. Quando você está fora do Q1, é o 17º, você não sabe onde está, mas a equipe acreditou em mim e nós voltamos para onde pertencemos. Com Fernando (Alonso), estamos formando uma dupla realmente forte, levando o time adiante. Digo a você, vamos ter uma grande segunda-feira", disse.

Já Sebastian Vettel, que terminou na segunda posição com sua Aston Martin, sentiu que poderia ter conquistado mais.

"Estou um pouco desapontado. Senti que eu era mais rápido, mas ele não cometeu nenhum erro e é uma pista complicada para ultrapassar. Tive um começo muito, muito ruim, mas calhou de ser o melhor lugar que poderia estar. Me vi na frente do pelotão, isso definitivamente fez nossa corrida hoje", disse o alemão, que posteriormente acabou punido com desclassificação e ficou sem pontos na Hungria

Fórmula 1