PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Itália passa bem pela Bélgica e vai como favorita à semi contra a Espanha

Itália comemora gol contra a Bélgica na Eurocopa - Pool via REUTERS
Itália comemora gol contra a Bélgica na Eurocopa Imagem: Pool via REUTERS
Conteúdo exclusivo para assinantes
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

Colunista do UOL

02/07/2021 17h56

Com uma ótima atuação no primeiro tempo, a seleção italiana venceu a forte equipe da Bélgica por 2 x 1, em Munique, nesta sexta-feira (2) e garantiu sua classificação para a semifinal da Euro 2020 com 100% de aproveitamento na competição. Barella e Insigne marcaram os gols da vitória italiana, enquanto Lukaku diminuiu, de pênalti, para a Bélgica.

O time do técnico Roberto Mancini vai pegar agora a Espanha, que passou pela Suíça nos pênaltis, e chega como grande favorita. Única a vencer todos os jogos nessa Euro, a Itália tem sua maior chance de voltar à final da competição depois de nove anos — foi vice da Espanha em 2012—, e com uma ótima oportunidade de acabar com o jejum de título na Europa (foi campeã em 1968).

Além de ter mais posse de bola que a seleção belga (55% a 45%), a seleção italiana finalizou bem mais na partida (14 a 10) e teve o total controle da partida, mostrando sua superioridade técnica, algo que há muito tempo não se via na seleção italiana.

Com a vitória sobre a Bélgica, a Itália chega a 10 vitórias em 2021, com 28 gols feitos e apenas 2 gols sofridos. Com o resultado, a seleção de Mancini alcança agora a marca de 32 jogos sem derrota — a última foi em setembro de 2018, quando perdeu para Portugal por 1 a 0 pela Liga das Nações.

Maiores invencibilidades de seleções na história:
36 jogos - Brasil (16/12/1993 - 21/01/1996)
35 jogos - Espanha (07/02/2007 - 24/6/2009)
[32] jogos - Itália (10/10/2018 - 02/07/2021)
31 jogos - Argentina (19/02/1991 - 05/09/1993)
30 jogos - Hungria (04/06/1950 - 04/07/1954)
30 jogos - França (16/02/1994 - 09/11/1996)

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do publicado anteriormente, a última vez que a Itália chegou a uma final de Eurocopa foi em 2012, não em 2001. O erro foi corrigido.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL