PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

As 7 seleções que estão há mais tempo sem perder na atualidade

Chiesa, da Itália, celebra gol marcado sobre a Áustria, na Eurocopa 2021 - FRANK AUGSTEIN/POOL/AFP via Getty Images
Chiesa, da Itália, celebra gol marcado sobre a Áustria, na Eurocopa 2021 Imagem: FRANK AUGSTEIN/POOL/AFP via Getty Images
Conteúdo exclusivo para assinantes
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

Colunista do UOL

01/07/2021 04h00

Copa América e Eurocopa, as duas principais competições continentais de seleções do mundo, conheceram nessa semana os oito sobreviventes. Entre as que ainda estão vivas, seis chegam invictas e defendem boas sequências sem derrota na atualidade.

Na Europa, a Itália, que venceu todos os seus nove jogos em 2021 (com 26 gols feitos e apenas 1 sofrido), tem a maior invencibilidade nos dias de hoje. São 31 partidas sem derrota - a última foi em setembro de 2018, quando perdeu para Portugal por 1 a 0 pela Liga das Nações.

Se não perder até a final da Eurocopa, a Itália poderá chegar a 34 jogos sem derrota e ficar a apenas dois do recorde da seleção brasileira (36 jogos entre 1993 e 1996) e a um jogo da Espanha (35 jogos entre 2007 e 2009). Curiosamente, a Azzurra terá pela frente nas quartas da Euro outra seleção invicta no torneio: a belga, que não perde desde 2020 e carrega uma sequência de 13 jogos de invencibilidade (11 vitórias e 2 empates).

Outras seleções europeias com uma boa série invicta são a Espanha (12 jogos), a Inglaterra (10 jogos) e a França, que caiu nas oitavas de final para a Suíça nos pênaltis e está há 11 jogos sem derrota.

Já na América do Sul, a Argentina vem com a maior invencibilidade. Depois de cair na semifinal da Copa América de 2019, em julho, para o Brasil (0 x 2), o time do técnico Lionel Scaloni não perdeu mais. São 17 jogos sem derrota (10 vitórias e 7 empates). A marca igualou a terceira maior invencibilidade da seleção argentina, conquistada entre 1956 e 1957 sob o comando do técnico Guillermo Stábile.

Com mais um jogo sem derrota, o time de Messi igualará a segunda maior invencibilidade, da equipe de Marcelo Bielsa, entre 2000 e 2002 (18 jogos). O recorde argentino segue sendo o do time do técnico Alfio Basile, que ficou 31 jogos sem perder em 1991 e 1993, ano da última conquista importante da Argentina, o bi da Copa América.

Já a seleção brasileira, do técnico Tite, não perde há 11 jogos. A última derrota foi para a Argentina em novembro de 2019 (0 x 1 em amistoso em Riad, na Arábia Saudita). A sequência invicta da seleção é a terceira maior na era Tite, desde 2016. Entre 2018 e 2019, o Brasil ficou 17 jogos sem derrota. Já entre 2017 e 2018, foram 15 jogos sem derrota. Entre 2016 e 2017, houve ainda uma série invicta de 9 jogos.

Maiores invencibilidades de seleções na atualidade (entre as principais seleções da Europa e América do Sul)

31 jogos - Itália (25 vitórias e 6 empates)
17 jogos - Argentina (10 vitórias e 7 empates)
13 jogos - Bélgica (11 vitórias e 2 empates)
12 jogos - Espanha (6 vitórias e 6 empates)
11 jogos - Brasil (10 vitórias e 1 empate)
11 jogos - França (7 vitórias e 4 empates)
10 jogos - Inglaterra (9 vitórias e 1 empate)

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)