PUBLICIDADE
Topo

Atual geração virou a maior goleadora da história das principais seleções

Messi comemora gol da Argentina contra o Equador nas Eliminatórias para a Copa do Mundo - Getty Images
Messi comemora gol da Argentina contra o Equador nas Eliminatórias para a Copa do Mundo Imagem: Getty Images
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

17/10/2020 04h00

Após o início das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 aqui na América do Sul e jogos pela Liga das Nações na Europa, a lista dos artilheiros das principais seleções sofreu mudanças entre os primeiros colocados.

Neymar, com os três gols contra o Peru, pulou para o segundo lugar entre os maiores goleadores da seleção brasileira com 64 gols, atrás agora apenas de Pelé (77 gols). Messi (Argentina), Luis Suárez (Uruguai) e Alexis Sánchez (Chile), ampliaram seus recordes nas seleções sul-americanas.

Na Europa, Lukaku (Bélgica), Giroud (França) e Lewandowski (Polônia), também marcaram gols, mostrando que a atual geração virou a maior goleadora da história das principais seleções. Cristiano Ronaldo, dessa vez, não marcou, mas segue como maior artilheiro de seleções da atualidade e o 2º maior de todos os tempos.

Entre as seleções que já foram campeãs de Copas do Mundo (Brasil, Argentina, Uruguai, Itália, Alemanha, Inglaterra, França e Espanha), e outras tradicionais, como Holanda, Portugal, Polônia, quase todos os maiores artilheiros são jogadores que estão em atividade ou que deixaram de jogar por suas seleções há pouco tempo. E o mesmo caso acontece com as seleções da América do Sul.

Entre os antigos recordistas, Pelé, ainda é um dos raros na liderança. Mas está próximo de ser ultrapassado por Neymar - muito provavelmente até o início da Copa de 2022.

Os maiores artilheiros das principais seleções mundiais:

BRASIL
1º - Pelé (77 gols)

2º - Neymar (64 gols)*
3º - Ronaldo (62 gols)
4º - Romário (55 gols)
5º - Zico (48 gols)

ARGENTINA
1º - Messi (71 gols) *
2º - Batistuta (54 gols)
3º - Agüero (42 gols) *
4º - Hernán Crespo (35 gols)
5º - Maradona (34 gols)
6º - Higuaín (32 gols) *

URUGUAI
1º - Luis Suárez (62 gols) *
2º - Cavani (50 gols) *
3º - Diego Forlán (36 gols)
4º - Héctor Scarone (31 gols)
5º - Ángel Romero (28 gols)

ALEMANHA
1º - Miroslav Klose (71 gols)
2º - Gerd Müller (68 gols)
3º - Joachim Streich (55 gols)
4º - Lukas Podolski (49 gols)
5º - Klinsmann (47 gols)
5º - Rudi Völler (47 gols)

ESPANHA
1º - David Villa (59 gols)
2º - Raúl (44 gols)
3º - Fernando Torres (38 gols)
4º - David Silva (35 gols)
5º - Fernando Hierro (29 gols)

FRANÇA
1º - Thierry Henry (51 gols)
2º - Giroud (42 gols) *
3º - Michel Platini (41 gols)
4º - David Trezeguet (34 gols)
5º - Griezmann (33 gols) *
6º - Zidane (31 gols)

INGLATERRA
1º - Wayne Rooney (53 gols)
2º - Bobby Charlton (49 gols)
3º - Gary Liniker (48 gols)
4º - Jimmy Greaves (44 gols)

5º - Michael Owen (40 gols)
6º - Harry Kane (32 gols) *

ITÁLIA
1º - Luigi Riva (35 gols)
2º - Giuseppe Meazza (33 gols)
3º - Silvio Piola (30 gols)
4º - Roberto Baggio (27 gols)
4º - Del Piero (27 gols)

PORTUGAL
1º - Cristiano Ronaldo (102 gols) *
2º - Pauleta (47 gols)
3º - Eusébio (41 gols)
4º - Figo (32 gols)
5º - Nuno Gomes (29 gols)

HOLANDA
1º - Van Persie (50 gols)
2º - Huntelaar (42 gols)
3º - Kluivert (40 gols)
4º - Bergkamp (37 gols)
4º - Robben (37 gols)

POLÔNIA
1º - Lewandowski (63 gols) *
2º - Lubanski (48 gols)
3º - Lato (45 gols)
4º - Deyna (41 gols)
4º - Pol (39 gols)

CROÁCIA
1º - Suker (45 gols)
2º - Mandzukic (33 gols) *
3º - Eduardo da Silva (29 gols)
4º - Perisic (26 gols) *
5º - Srna (22 gols)

SUÉCIA
1º - Ibrahimovic (62 gols)
2º - Rydell (49 gols)
3º - Henrik Larsson (37 gols)
4º - Kennet Anderson (31 gols)
5º - Marcos Allback (30 gols)

SUÍÇA
1º - Alexander Frei (42 gols)
2º - Türkyilmaz (34 gols)
3º - Abegglen (29 gols)
4º - Xaqiri (22 gols) *

COLÔMBIA
1º - Radamel Falcao (35 gols) *
2º - Arnoldo Iguarán (25 gols)
3º - James Rodríguez (22 gols) *
4º - Faustino Asprilla (20 gols)
5º - Freddy Rincón (17 gols)
6º - Carlos Bacca (16 gols) *

CHILE
1º - Alexis Sánchez (44 gols) *
2º - Eduardo Vargas (38 gols) *
3º - Marcelo Salas (37 gols)
4º - Iván Zamorano (34 gols)
5º - Carlos Caszely (29 gols)
6º - Arturo Vidal (28 gols) *

PERU
1º - Paolo Guerrero (39 gols) *
2º - Jefferson Farfán (27 gols) *
3º - Teófilo Cubillas (26 gols)
4º - Teodoro Fernández (24 gols)
5º - Claudio Pizarro (20 gols)

* Jogadores em atividades por suas seleções

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.