PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

Final da Liga dos Campeões tem dois brasileiros com a camisa 10 pela 1ª vez

Philippe Coutinho, camisa 10 do Bayern de Munique - Alexander Hassenstein/Bongarts/Getty Images
Philippe Coutinho, camisa 10 do Bayern de Munique Imagem: Alexander Hassenstein/Bongarts/Getty Images
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

23/08/2020 04h00

Desde 1956, ano da primeira final da Liga dos Campeões, o Brasil já teve 57 diferentes jogadores disputando uma partida de final da competição. Agora, na edição 2019/20, poderemos ter mais quatro em campo: Philippe Coutinho (Bayern Munique) e Neymar, Thiago Silva e Marquinhos (PSG).

Em 65 edições, apenas quatro desses 58 brasileiros entraram em campo vestindo a camisa 10: Valdo (pelo Benfica em 1990), Romário (pelo Barcelona em 1994), Deco (pelo Porto em 2004) e Ronaldinho Gaúcho (pelo Barcelona em 2006). Na decisão deste domingo (23), poderemos ter pela primeira vez o duelo entre dois brasileiros com a camisa numa final de Champions: Neymar x Philippe Coutinho.

Nascidos em 1992 e atualmente com 28 anos, os dois jogadores atuaram juntos na última Copa do Mundo pela seleção brasileira e já se conhecem de longa data no futebol. Em 2009, defenderam a seleção no Mundial Sub-17 (que tinha ainda o goleiro Alisson) e fizeram uma final de Copa do Brasil Sub-17, vencida pelo Vasco de Coutinho sobre o Santos de Neymar.

Profissionalmente, os dois atuaram juntos em 37 jogos da seleção brasileira, com 26 vitórias, 8 empates e apenas 3 derrotas, com 20 gols de Neymar e 8 de Coutinho. Já essa decisão poderá marcar o primeiro confronto entre eles — isso se Coutinho, que atualmente é reserva, entrar durante a partida.

Relembre todos os brasileiros que já disputaram finais de Liga dos Campeões e o número da camisa de cada um nas decisões:

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.