PUBLICIDADE
Topo

Gabriel Vaquer

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Band comemora corridas curtas e mudanças de treino na F-1: "mais emoção"

Max Verstappen na Fórmula 1: mudança de regra agrada Band, que exibe competição no Brasil - Miguel MEDINA / AFP
Max Verstappen na Fórmula 1: mudança de regra agrada Band, que exibe competição no Brasil Imagem: Miguel MEDINA / AFP
Gabriel Vaquer

Gabriel Vaquer cobre mídia esportiva desde 2014. No UOL Esporte, conta detalhes do evento onde seu time joga e onde seu profissional de TV esportiva favorito vai trabalhar.

Colunista do UOL

27/04/2021 04h00

A Band comemorou a aprovação da mudança no sistema de definição do grid de largada da Fórmula 1 que passa a valer já na temporada de 2021. Uma corrida mais curta, realizada no mesmo horário da classificação, no sábado, vai servir para a formação do grid de domingo em duas etapas europeias e uma fora da Europa.

A previsão é que a mudança ocorra no GP do Reino Unido, em Silverstone, e em Monza, no GP da Itália. O GP de São Paulo, em novembro, seria a etapa não europeia a incluir a novidade, mas isso vai depender da realização de fato do evento, que ainda está ameaçado pelo elevado número de casos da covid-19 no Brasil.

Para Denis Gavazzi, diretor de esportes da Band, a decisão é uma boa notícia para a emissora, que está exibindo a temporada a partir deste ano. Segundo ele, com mais ação na pista, haverá mais telespectadores interessados na categoria.

"Acho ótimo. Mais competição, mais uma corrida com bastante importância. Mais emoção para o amante da F1", afirmou Gavazzi em conversa com a coluna.

De fato, a Band tem o que comemorar. Os treinos que definem o grid de largada passaram a ser exibidos em TV aberta no sábado por causa da boa audiência para o horário - 2 pontos de Ibope em São Paulo, o principal mercado do país.

As duas corridas exibidas até aqui brigaram pelo segundo lugar com Record e SBT. O GP de Emilia-Romagna chegou a ficar a um ponto da Globo no índice de audiência, algo impressionante para a Band.

O objetivo da Liberty Media, dona da categoria, e da Comissão da Fórmula 1 da FIA com as corridas curtas é justamente aumentar a ação na pista, ao mesmo tempo em que recompensa pilotos e equipes com base no mérito e dá oportunidade de outros se recuperarem ao longo do final de semana a fim de aumentar suas chances de ir bem no domingo.

A Band tem contrato de exibição da Fórmula 1 até o fim de 2022. A emissora também detém o direito da F2 e da F3, categorias de acesso à Fórmula 1 cujas corridas são exibidas no BandSports.