PUBLICIDADE
Topo

Gabriel Vaquer

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Band fecha 5º patrocinador para NBA e já fatura até R$ 100 mi com basquete

LeBron James na NBA: liga de basquete consegue alto faturamento para a Band - Divulgação/NBA
LeBron James na NBA: liga de basquete consegue alto faturamento para a Band Imagem: Divulgação/NBA
Gabriel Vaquer

Gabriel Vaquer cobre mídia esportiva desde 2014. No UOL Esporte, conta detalhes do evento onde seu time joga e onde seu profissional de TV esportiva favorito vai trabalhar.

Colunista do UOL

24/04/2021 04h00

A Band fechou na sexta-feira (23) um acordo inédito de patrocínio para as transmissões da NBA, a liga de basquete americana. A corretora americana Avenue Securities irá expor sua marca a partir da semana que vem e ficará até o fim da temporada 2020/2021, que tem previsão de término para o dia 22 de julho. É o quinto patrocínio da liga na emissora, que faz o basquete ter um faturamento gigantesco para o canal.

No total, a Band já tinha outros quatro patrocinadores: Vivo, Budweiser, Sportbet.io e Sadia. No valor de tabela, cata cota de transmissão da NBA custa para os anunciantes R$ 21 milhões. Ou seja, somados todos os patrocínios, a emissora já vendeu R$ 105 milhões com a principal competição de basquete do mundo.

O valor impressiona, mas tem explicação. A NBA atinge uma audiência muito requisitada na televisão brasileira: o público AB, o mais rico no Brasil.

A porcentagem de audiência dessa parte do público que acompanha a liga na Band é de 27%, uma das mais altas da televisão brasileira - o normal é entre 10% e 15%. É o público AB que costuma consumir e gastar, o que atrai anunciantes de peso.

Isso explica também a aposta da Avenue Securities. A corretora americana jamais havia patrocinado uma atração na televisão brasileira e escolheu iniciar pala NBA porque entende que vai atingir o público que a empresa quer neste momento: uma audiência mais rica e que pode investir neste momento.

"A audiência da NBA é formada por um público antenado com o que está acontecendo fora do Brasil, principalmente nos Estados Unidos. Estamos muito felizes por contribuir para que o esporte de alto nível continue chegando aos brasileiros", afirmou para a coluna o CEO da empresa, Roberto Lee.

"A NBA é a considerada a liga de basquete mais valiosa do mundo. Atrelar nossa marca a ela e contar com a Band para levar os jogos em televisão aberta para os brasileiros, que são apaixonados por esportes, é uma grande oportunidade para nos aproximarmos desse público", conclui Alexandre Reis, head de marketing da Avenue Securities, para a reportagem.

A expectativa da Band é que, com o avanço da temporada da NBA, principalmente com os playoffs chegando, novos patrocinadores possam chegar.

O contrato de exibição da NBA na Band é válido até a temporada 2022/2023. São dois jogos por semana com exclusividade na TV aberta. Grupo Globo e Disney também exibem a liga, além do YouTube oficial da NBA no Brasil.