PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Mike Tyson admite ter fumado maconha antes de luta em 2000

Mike Tyson e Andrew Golota se enfrentaram em 2000 - AFP PHOTO/Jeff KOWALSKY
Mike Tyson e Andrew Golota se enfrentaram em 2000 Imagem: AFP PHOTO/Jeff KOWALSKY

Do UOL, em São Paulo

14/12/2018 11h42

Mike Tyson admitiu na última quinta-feira (14) ter fumado maconha horas antes de enfrentar o polonês Andrew Golota, em 2000. O norte-americano testou positivo para a droga no teste feito antes da luta e ficou suspenso por três meses, além de uma multa de US$ 200 mil.

Durante a entrevista para o programa de rádio "Dan Patrick Show", Tyson afirmou que fumou maconha poucas horas antes da luta e que fez uso da substância durante quase toda a vida. Atualmente, ele se lançou no mercado de maconha em Los Angeles, na Califórnia (EUA), Estado em que legalizou o comércio em 2016.

Dan Patrick perguntou se o desempenho de Tyson teria sido afetado pelo uso da maconha. "Isso afetou Golota", respondeu ele, antes de começar a rir.

Tyson venceu os dois primeiros rounds daquela luta. Antes de começar o terceiro, Golota se recusou a colocar o protetor bucal e empurrou o árbitro. O combate foi encerrado e Tyson, decretado vencedor por nocaute técnico.

Por causa da punição de Tyson meses depois pelo uso de maconha, o resultado da luta foi alterado para "No Contest" (Sem Resultado).

Esporte