PUBLICIDADE
Topo

Conversa de Portão #48: A marca do conservadorismo no Brasil

Do Ecoa, em São Paulo

19/09/2021 06h00

A sociedade brasileira é formada a partir da exploração de terra, do latifúndio, da escravidão, do racismo e do patriarcalismo. Tudo isso assentado em um autoritarismo muito forte. "E no Brasil sempre se trabalhou de forma conservadora para manter as ordem das coisas assim".

É assim que Magali Cunha, jornalista e pesquisadora do Instituto de Estudos da Religião (ISER) e colaboradora do Conselho Mundial de Igrejas, explica a origem do conservadorismo cada vez mais frequente no nosso dia a dia, com uma narrativa que tem tomado os noticiários, as ruas e o Congresso Nacional.

Neste episódio de Conversa de Portão, Semayat Oliveira conversa com a pesquisadora para entender quem são os conservadores brasileiros e o que a religião tem a ver com isso tudo.

"O conservadorismo é uma tendência clássica no campo da política que existe há muito tempo dentro e fora do Brasil. " É aquela tendência de pessoas que tentam manter as coisas como elas são", explica ela a partir de 2:27 do arquivo acima.

No entanto, o momento que vivemos hoje, segundo a pesquisadora, é dos mais perigosos. "Hoje temos uma articulação de grupos que querem impedir transformações nessa ordem social e ainda retroceder de avanços que conseguimos nos respiros democráticos" (a partir de 5:27 do arquivo acima).

Magali explica que as religiões são componentes muito significativos no Brasil e na América Latina, mas que grupos ultraconservadores usam a religião para impor medo promovendo a demonização de grupos. "As pessoas religiosas têm na religião um sentido para a vida e elas sabem ler a realidade que as cercam, não é só alienação, é preciso saber ouvi-las" (a partir de 16:41 do arquivo acima).

O Conversa de Portão é um podcast produzido pelo Nós, Mulheres da Periferia em parceria com UOL Plural, um projeto colaborativo do UOL com coletivos e veículos independentes. Novos episódios são publicados toda terça-feira.

Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição. Você pode ouvir Conversa de Portão, por exemplo, no Youtube, no Spotify e no Google Podcasts.